Empreendedorismo

Como melhorar o desempenho no trabalho evitando o burnout

25/07/2016
como melhorar o desempenho no trabalho

A Síndrome de Burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, é um dos principais vilões que mina a produtividade de uma empresa. Em um ambiente de inovação e empreendedorismo a Síndrome de Burnout surge principalmente nos excessos, no desequilíbrio da relação pessoal e profissional, que rapidamente leva ao estresse, depressão e ansiedade. Por isso, deve ser combatida para melhorar o desempenho no trabalho (e manter a sua sanidade mental).

Ela contamina a sua equipe à partir do momento que surgem demandas não razoáveis com prazos impossíveis, o que acaba por criar um ambiente de trabalho sufocante. Sim, você é responsável não só pela sua saúde física e mental, mas também pela da sua equipe. Nesta postagem você vai saber como melhorar o desempenho no trabalho ao lidar corretamente com esta situação em sua empresa, evitando desgastes e tensões desnecessárias.

Veja também: 4 dicas de produtividade para nunca mais sofrer com deadline

Como melhorar o desempenho no trabalho controlando a Síndrome de Burnout

Jim Collins no livro “Empresas Feitas para Vencer” mostra um estudo profundo de quais são as características que levam uma empresa a se tornar excelente e outras não. Neste livro, ele e sua equipe selecionaram as empresas da Fortune 500 que atingiram a incrível marca de pelo menos 3x o rendimento médio do mercado por no mínimo 15 anos consecutivos!

Talvez, um dos pontos mais importantes do livro, seja a constatação de que mesmo nas empresas de menor performance havia “ilhas de prosperidade e produtividade“. Os responsáveis por estas ilhas de prosperidade eram líderes que conseguiam insular os colaboradores, mantendo um ambiente altamente produtivo.

Este ponto me marcou muito, porque é um atestado de que uma única pessoa pode fazer a diferença em um ambiente corporativo. E isso é muito importante para entender o ponto a seguir.

A epidemia dos emails enviados a noite

Pode parecer apenas um detalhe, mas não há como melhorar o desempenho no trabalho se você criar, mesmo que sem querer, uma forte rotina pós expediente para os colaboradores da sua empresa. Veja este exemplo para entender melhor.

Outro dia me peguei lendo um texto da Fast Company que me causou preocupação. Percebi que também sou responsável pelo esgotamento profissional dos colaboradores da Pluga. E te digo o porquê com um simples exercício:

Imagino que você, assim como eu, de vez em quando trabalha a noite, quase de madrugada. E que nesta hora do dia você aproveita tanto para esvaziar a caixa de e-mail, quanto para enviar emails para colaboradores da sua empresa. Eles serão respondidos no dia seguinte, pela manhã, sem problemas. Você não espera que eles sejam respondidos de madrugada, certo?

Mas quando o seu chefe (ou sócio ou investidor) envia um e-mail de madrugada você prontamente responde, certo? Provavelmente você até já tem uma rotina de atualizar e-mails à noite.

Mas se nós não esperamos que os nossos e-mails sejam respondidos de madrugada porque então criamos uma rotina de resposta em prontidão?

Muito da pressão de estar “online” durante a noite, fins de semana ou férias está saindo de nós mesmos, não dos nossos chefes (ou sócios, ou investidores). Em outras palavras, nós estamos operando em um ambiente de pressão irracional, que está nos fazendo miseráveis.

Confira: Acabe com a baixa produtividade da sua equipe com essas 5 dicas

3 sinais da Síndrome de Burnout no dia-a-dia

  1. Recolhimento e antissocializacão: Você e a sua equipe passam cada vez menos tempo em ambientes de descontração, como por exemplo em Happy Hour, almoçam separadamente e evitam qualquer relação de proximidade.
  2. Depressão: Você e a sua equipe chegam tarde e saem cedo, não veem motivação para acordar e trabalhar. Consequentemente os resultados não são alcançados.
  3. Intolerância, pouca receptividade para escutar a opinião do outro: Você criou uma área insulada na empresa, que não está disposta a escutar outras opiniões. Suas respostas são bem atravessadas, curtas e um tanto grosseiras.

Tem como melhorar o desempenho no trabalho em um ambiente como esse? Se você está percebendo um destes sinais na sua empresa é possível que você, e toda a sua equipe, esteja sofrendo da Síndrome de Burnout. Aqui se se faz necessária uma mudança no estilo de vida, reequilibrando a vida profissional com a pessoal.

A atividade física regular e os exercícios de relaxamento devem entrar para a rotina, pois ajudam a controlar os sintomas. A qualidade de vida é uma das armas para prevenir a Síndrome de Burnout. E isso inclui cuidar da saúde, dormir e alimentar-se bem, praticar exercícios e manter uma vida social bem ativa.

Além de combater a síndrome de Burnout, existem diversas outras formas de como melhorar o desempenho no trabalho. Baixe nosso e-book e confira!  

crescimento da empresa hub empreendedor

You Might Also Like

  • thais

    Recomendo esse livro
    O diário de um ansioso nos conta a história de um jovem que sofreu com a síndrome de Burnout , esgotamento profissional.
    Uma emocionante história de superação, coragem, autoestima e amor.
    Pedro,um jovem rapaz que anseia em progredir na vida, se esquecendo de que os planos de hoje, poderão ser mudados amanhã.
    #Amazon

  • thais

    O diário de um ansioso
    Por Thais Coutinho
    # amazon

close

O que os

EMPREENDEDORES MAIS EFICAZES

fazem e você não?


Separamos os 5 hábitos que os CEOs da Airbnb e Amazon usaram para criar empresas líderes de mercado


Com esse e-book você saberá:

check
check
check

Como a visão revolucionária de Brian Chesky, fundador da Airbnb, gerou uma startup de US$ 30 bi;

Quais são os segredos da rotina de Richard Brenson, dono de um império com mais de 400 empresas

Tenha tudo isso e mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.