Empreendedorismo

Indicadores de produtividade: quem ganha, você ou sua empresa?

15/12/2016
Indicadores de produtividade

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo!

Indicadores de produtividade, são um tipo específico de KPIs (Key Performance Indicators), que indicam a relação entre o que você ou sua empresa está entregando (sejam serviços ou produtos), quando comparados com determinado recurso empregado, seja capital, tempo, energia e outros.

Portanto, um indicador de produtividade é o resultado de uma conta de dividir.

Veja, a seguir, como medir a sua produtividade e de sua empresa usando este tipo de indicador.

Saiba mais: Gerenciador de atividades: 7 perguntas que não querem calar

Um passo atrás: Indicadores de Produtividade X KPIs

Como comentamos logo no início da postagem, indicadores de produtividade são um tipo de KPI. Estes, podem ser divididos nos itens abaixo, além dos indicadores de produtividade, que comentaremos adiante:

  • Indicadores estratégicos: referentes aos objetivos do negócio como um todo, como share de mercado ou lucratividade.
  • Indicadores de qualidade: mostram se o que está sendo entregue está dentro dos padrões que sua empresa deseja, pode ser a porcentagem de peças com defeito em um lote ou o famoso NPS: Net Promoter Score.
  • Indicadores de capacidade: são o limite de desempenho que você vai conseguir atingir com determinados recursos. Por exemplo: certa máquina só consegue envazar tantas garrafas por hora, mais que isso, vai além de sua capacidade.

Veja também: Controle de tarefas: cada um faz do seu jeito

Os indicadores de produtividade têm o objetivo de mostrar como melhorar o desempenho da empresa (ou seu, pessoal), de uma forma prática e objetiva, veja 7 deles:

7 Indicadores de produtividade: quanto quer “pagar”?

Você consegue vender X licenças de uso de seu app por semana, mas quanto sua empresa “paga” por isso?

  • Quantos funcionários?
  • Quanto isso significa em salários?
  • Qual a energia elétrica gasta nessa história toda?
  • Quanto você paga em licenças de outros apps para isso?
  • Quantas reuniões foram realizadas?
  • Quantos leads foram abertos?

Medir a produtividade é saber coisas como essas, definir relações de custo benefício, para usar palavras simples.

Veja 7 exemplos de Indicadores de Produtividade, nem todos eles referentes a resultados de vendas:

  1.  Taxa de Conversão de Vendas: quantidade de vendas realizadas dividida pela quantidade de leads contactados.
  2.  Receita por Consultor de Vendas: valor total vendido dividido pelo número de consultores de vendas de sua empresa.
  3.  Rotatividade de mão-de-obra: quantidade de demissões em um período dividida pelo número de funcionários ativos nesse período (note que isso mede a produtividade do RH em termos de seu desempenho na retenção de talentos).
  4.  Horas/homem por projeto entregue: a relação a quantidade de horas de trabalho de funcionários e terceirizados para entregar um projeto.
  5.  Horas/homem por receita de projetos: uma maneira mais específica de descobrir sua produtividade em relação a receita dos projetos, dividindo as horas usadas pelo receita obtida.
  6.  Área alugada por mercadoria entregue (ou valor das vendas entregues): uma interessante medida de produtividade para empresas de e-commerce que precisam armazenar seus produtos e entregá-los. Muitas vezes, locam espaços em galpões e é preciso ter uma excelente previsão de demanda para alugar nem mais nem menos que o necessário.
  7.  Taxa de Churn: Tradicional medida de desempenho de empresas SaaS, é a relação entre clientes que desistiram de manter sua assinatura pelo total de clientes neste período.

Nem sempre é fácil definir qual indicador de produtividade usar em sua empresa. A dica é sempre medir algo que tem relação direta com aquilo que seus clientes mais valorizam.

Que baixar uma planilha de produtividade em vendas pronta para usar e medir o desempenho de sua equipe de comercial? Então, confira esta, criada pelo Agendor: Planilha de Produtividade em Vendas

Veja mais: Revolucione sua operação com um software de automação

Mas existe uma fórmula de indicado de produtividade?

Podemos dizer que você pode usar algo como a fórmula de indicador de produtividade abaixo para se basear, na hora de criar indicadores de desempenho pessoal, empresarial ou industrial:

Total de saídas / recursos empregados (em determinado período)

ou, em alguns casos, simplesmente:

Total de saídas em determinado período de tempo

Quer entender isso melhor? Veja alguns exemplos:

Exemplos de indicadores de produtividade industrial:

  • Peças produzidas em cada máquina por hora
  • Peca produzidas a cada Kw de energia gasto

Exemplos de indicadores de produtividade de RH:

  • Empregados contratados por mês
  • Colaboradores treinados em cada curso por trimestre

Exemplos de indicadores de produtividade de logística:

  • Entregas feitas com cada litro de combustível gasto no mês
  • Entregas feitas sem atrazo por mies

Exemplos de indicadores de produtividade de contabilidade:

  • Número de notas fiscais emitidas sem erro por mês
  • Número de notas fiscais emitidas por funcionário por mês

Qual a importância do uso e acompanhamento de indicadores de produtividade?

A importância do acompanhamento de indicadores de produtividade está no fato que, dessa forma, caso se note que a produtividade está abaixo do esperado, podem-se tomar as medidas corretivas necessárias.

É a chamada melhoria contínua. [veja mais aqui: Ferramentas de melhoria contínua: sua empresa melhor a cada dia!]

Ao notar que um indicador não corresponde ao esperado, estuda-se o processo em busca de pontos de melhoria. Assim, novos procedimentos são desenvolvidos e adotados até que o processo seja suficientemente produtivo.

Isso é muito usado com indicadores de produção industrial, mas deve ser usado em qualquer área, basta pata isso saber como medir cada um dois tipos de produtividade.

Mas você sabe como criar indicadores de produtividade? Então, veja a seguir!

Como criar indicadores de produtividade?

Antes de descobrir como criar indicadores de produtividade, pense me alguns exemplos de produtividade: produtividade empresarial, industrial, de RH, produtividade de contabilidade, produtividade logística, pessoal etc.

Mas como medir a produtividade individual e pessoal? Como criar um indicador de produtividade individual, por exemplo? A mesma pergunta vale para os outros tipos de indicadores.

Veja este breve passo a passo de como criar indicadores de produtividade:

  • Escolha objetivos importantes e que são possíveis de ser realizadas (por exemplo: aumentar a produção semanal de uma fábrica)
  • Pense em uma forma de medir a produtividade, seja de pessoas, departamentos ou máquinas, e que possa contribuir para esse objetivo (por exemplo: peças produzidas por máquina por hora, ou matérias primais necessárias a produção dessas peças entregues sem atraso por semana, ou número de peças produzidas sem defeito por máquina por dia)
  • Defina as metas a serem atingidas para cada indicador de produtividade (por exemplo: 30 peças por máquina por hora)
  • Acompanhe os resultados e, caso não estejam de acordo com as metas, desenvolva planos de ação para reverter essa situação.

Sabia que existem outros tipos de indicadores, além dos indicadores de produtividade?

Confiar este vídeo da Siteware e veja como criar indicadores em geral, sejam de produtividade, de capacidade, de qualidade, táticos ou operacionais:

Veja, as seguir, um indicador muito importante, mas que alguns de esquecem de criar: indicador pessoal! 

3 Indicadores de produtividade pessoal: como vai sua vida?

Você achou que, nesta altura, a gente ia te passar uns indicadores de quantas horas você demora para fechar uma venda ou concluir um projeto?

Sim, isso é importante. Mas e o resto de sua vida?

  • Lembre-se: sem saúde, ninguém produz nada.
  • E mais: sem amigos e relacionamentos, ninguém tem saúde de verdade.

Tem gente, por exemplo, que acha que porque trabalha home office, tem uma vida mais saudável. Será? Talvez seu índice de produtividade no trabalho até aumente, sem deslocamentos e fazendo reuniões por vídeo.

Mas será que essa pessoa não está se enclausurando em casa e se matando de trabalhar?

É por isso que dividimos o seu desempenho pessoal em 3 esferas:

  1. Realizações profissionais
  2. Realizações pessoais
  3. Lazer e relacionamentos

Mas, para isso, é preciso antes definir um objetivo: onde eu quero estar daqui 5 anos?

E a resposta tem que envolver as 3 esferas, algo como:

Quero ter minha start-up consolidada, ter concluído meu mestrado e ter feito aquela viagem com a pessoa que amo.

OU

Quero conquistar o cargo de diretor que almejo, ter vencido o campeonato de tênis do clube ao menos uma vez e feito aquela trilha de moto de uma semana com a galera.

Como medir a produtividade de tudo isso? Bom, só de ter estes planos em sua cabeça, já vai ajudar bastante a ter foco na sua produtividade. Mas se você quer mesmo definir um índice, você pode medir, semanalmente quantas horas dedicou a cada esfera.

Pode, na verdade, definir seus indicadores pessoais! Isso mesmo, indicadores pessoais de como está sua produtividade em relação aos seus sonhos, lazer e relacionamentos! Mas esses KPIs de produtividade pessoal não precisam ser rígidos. Você pode, simplesmente, dividir o tempo que dedicado a cada esfera de seus indicadores pessoais.

Qual o equilíbrio ideal? Diz a lenda que 1/3 para cada um seria muito desejável, mas sabemos que nem sempre isso é possível.

Apenas faça essa medição semanal, anote em uma planilha e veja quantas horas você dedica por semana para “produzir” esses objetivos.

Assim, naqueles dias em que chegar em casa acabado e for dar uma olhada nessa planilha de produtividade pessoal, quem sabe não vai se decidir a usar umas horinhas a mais para ler um bom livro ou praticar seu esporte favorito com os amigos?

Mas, se você que mesmo se esforçar ao máximo nesse sentido de ter um equilíbrio em sua vida, pode sim escolher um medidor de produtividade pessoal, ou vários. Vamos ver alguns exemplos?

Indicadores de indicadores de produtividade individual pessoal:

  • Horas passadas lendo um bom livro
  • Livros lidos por mês
  • Número de café da manhã com a família
  • Happy hours por mês
  • Dias que foi à academia em um mês
  • Horas que passou sem fazer absolutamente nada
  • Horas dedicadas ao projeto pessoal
  • Quilómetros percorridos em caminhadas

Esses são apenas alguns exemplos de indicadores de qualidade de vida e produtividade pessoal.

Não se esqueça de incluir um bom número deles em sua lista de indicadores de produtividade.

Guia de produtividade para equipes de alta performance

You Might Also Like

  • Rita Lopes

    Oi Marcus! Gostei.. uma gestão de produtividade as vezes parece um pouco complicada 🙂 Porque o que nos devemos perceber é um fato que não se poder obter muito sozinho:) Sem teamwork e planejamento pessoa fica perdida! 🙂 Na minha empresa utilizamos o Kanban https://kanbantool.com/pt/ – uma agenda digital que controla e arranja as nossas tarefas. Se um colega fica atras- sabemos que precisa ajuda 🙂 Recomendo

close

O que os

EMPREENDEDORES MAIS EFICAZES

fazem e você não?


Separamos os 5 hábitos que os CEOs da Airbnb e Amazon usaram para criar empresas líderes de mercado


Com esse e-book você saberá:

check
check
check

Como a visão revolucionária de Brian Chesky, fundador da Airbnb, gerou uma startup de US$ 30 bi;

Quais são os segredos da rotina de Richard Brenson, dono de um império com mais de 400 empresas

Tenha tudo isso e mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.