Empreendedorismo

Os 5 critérios fundamentais para conseguir impressionar investidores de startup com sua estratégia de negócios

23/02/2017
investidores de startup

Esqueça o romantismo ou o que viu em filmes. Não pense que uma boa ideia, por melhor que seja, vai te arrumar investidores de startup desesperados para ficarem ricos ao seu lado.

Contas, lápis e papel na mão (ou planilhas e HP, como você se sentir melhor) e uma apresentação matadora, que comprove resultados reais (ou muito prováveis), é a única maneira de conseguir o tão sonhado investimento em sua startup.

banner-footer-blog-ebook-5-habitos

Confira também: Entrevista com Amure Pinho, Presidente da ABStartups

Como se preparar para conseguir investidores de startup

Tenha na cabeça que captar investidores no Brasil, seja para o que for, já é mais difícil por natureza, não só devido à taxa de juros altíssima e da situação econômica, mas até por uma certa falta de “tradição” em levar startups de tecnologia para o mercado de ações, objetivo futuro de todo investidor.

Mas você também não pode é desanimar!

Antes de passar nossa receita para procurar investidores em startup, vamos olhar em alguns números sobre esse mercado no Brasil, retirados do site StartupBase:

Modelos de Negócios mais usados no Brasil
investidores de startup

Muitos empreendedores estão criando modelos de negócios baseados em B2B e recorrência, que garante maior previsibilidade financeira. É o caso no Brasil da Resultados Digitais, Pluga, Conta Azul e Rock Content.

Ranking dos Estados com maior número de startups ativas
investidores de startup

São Paulo se mantém como maior economia da Federação, atraindo startups de todas as cidades (e até de outros países da América Latina).

 

Mostrando que vale a pena aportar capital em sua startup

Resumimos aqui os 5 critérios mais usados por investidores em startup para avaliar seu negócio. Confira cada item, prepare uma apresentação objetiva, sem muitas firulas, e uma ótima argumentação.

  1. Equipe: uma empresa é composta por pessoas que estão a fim de trabalhar. Uma boa ideia sem gente para executar não vai para frente. Mostre que você, seus sócios (se tiver) e os demais membros compõem uma equipe integrada, que trabalha em sintonia e está prepara para os desafios.
  2. Maturidade: sua startup ainda está começando, embrionária; já tem um MPV; ou já está alguns passos adiante, com algo mais desenvolvido e maduro? É importante ser sincero nesse momento e procurar investidores de startup que tenham um perfil que combina com o estágio do seu negócio.
  3. Indicadores de Resultados: não precisa ser necessariamente receita ou lucratividade. Outras métricas que comprovem que sua empresa está no caminho certo, conforme seu planejamento estratégico, demonstrando uma tendência, também valem. Podem ser número de usuários, visitantes, leads etc., desde que faça sentido para alcançar seus objetivos e possam ser convincentes para investidores de startup.
  4. Que problema vocês resolvem: Centenas ou milhares de startups nascem todo dia, achando que têm a solução para um problema que todo mundo vai querer usar e pagar por isso. Será mesmo que seu negócio oferece algo deste tipo? E qual o tamanho do mercado-alvo para isso? Pense no Google Glass: parecia algo genial e impossível de dar errado. Já foi descontinuado há algum tempo.
  5. Como vocês resolvem esse problema: sua startup tem um conceito inovador de como resolver este problema detectado, e que vai lhes dar uma vantagem sobre novos entrantes ou mesmo sobre os competidores instalados? Veja só: existem diversos aplicativos para chamar um táxi (99, Easytaxi, etc.), a novidade do Uber é que o aplicativo deles não chama táxis, mas qualquer pessoa interessada em ganhar um dinheiro extra “alugando” seu carro. Esse tipo de diferencial faz a empresa ser bem mais atrativa para investidores de startups.

Veja também: Indicadores de desempenho de uma empresa: qual é o seu?

Estes 5 pontos são muito importantes e com certeza podem ajudar bastante na hora de procurar investimento em startup.

Outra saída é entrar em contato com aceleradoras, incubadoras, programas de subvenção governamental (como por exemplo, o SEED, de Minas Gerais) e fundos de investimentos.

Converse com alguém que já conseguiu este tipo de ajuda e peça apoio, conselhos e indicações. Conheça alguns desses fundos neste site: Crunchbase

Confira nossa experiência nessa área assistindo ao Café com Pluga #7, com Arthur Granato e Ily Brotzky (CEO da VanHack), que gravamos direto do Startup Chile:

You Might Also Like

  • Alessandro do Prado Marin

    Marcus gostaria de conversar contigo para apresentar minha pesquisa de mestrado. Meu objetivo é conseguir publicar a pesquisa em uma revista. Posteriormente, gostaria de escrever um livro. O tema: “Os determinantes para investimento em Startups”. Quero convidá-lo a ser parceiro nesses projetos.
    Alessandro do Prado Marin Whatsapp (62) 99916-1657
    e-mail: alessandro.p.marin@hotmail.com

    • Pluga.co

      Oi Alessandro, que ótimo! Você pode enviar um e-mail para suporte@pluga.co com mais informações? Muito obrigado! Abs.

  • Medallion Finance

    bom dia meus queridos irmãos e irmãs em cristo, isto é para informá-lo que estamos concedendo empréstimos aos nossos antigos e novos clientes a uma taxa de juros de dois por cento. você precisa de empréstimo garantido ou não garantido? você está em alguma confusão financeira ou precisa de fundos para iniciar seu próprio negócio? você precisa de empréstimo para liquidar sua dívida ou pagar suas contas? você tem uma baixa pontuação de crédito e você está encontrando dificuldades para obter empréstimo? aqui está sua chance de conseguir o empréstimo. qualquer pessoa interessada deve responder com o nosso email: (medallionfinance@financier.com) com as seguintes informações abaixo. nome —- quantidade —- país —- número de telefone —

close

O que os

EMPREENDEDORES MAIS EFICAZES

fazem e você não?


Separamos os 5 hábitos que os CEOs da Airbnb e Amazon usaram para criar empresas líderes de mercado


Com esse e-book você saberá:

check
check
check

Como a visão revolucionária de Brian Chesky, fundador da Airbnb, gerou uma startup de US$ 30 bi;

Quais são os segredos da rotina de Richard Brenson, dono de um império com mais de 400 empresas

Tenha tudo isso e mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.