Empreendedorismo

O que é retrabalho nas empresas? Algo que você pode evitar!

02/08/2019
O que é retrabalho nas empresas

O que é retrabalho? Já parou para pensar 🤔 no que é retrabalho nas empresas?

Sim, é uma enorme perda de tempo! Sem falar em como é chato ter que refazer algo, simplesmente porque não foi feito direito da primeira vez.

Mas por que será que corre o retrabalho nas empresas? E como evitá-lo?

Neste post 👇, vamos esclarecer o que é retrabalho nas empresas e te mostrar um passo a passo de como acabar com essa perda de tempo ⏰ e, como diz o ditado, de dinheiro 💸 (sem falar na perda de paciência! 😡).

curso de produtividade por e-mail

Leia também: Gestão do tempo no trabalho: não seria gestão de tarefas no trabalho?

Definição de trabalho

Antes de falarmos sobre o que é retrabalho nas empresas, que tal entender melhor o conceito de trabalho?

Segundo os dicionários, trabalho é:

“O conjunto de atividades, produtivas ou criativas, que o homem exerce para atingir determinado fim. Atividade profissional regular, remunerada ou assalariada”

Portanto, trabalho é algo que se faz para atingir determinado objetivo, quando se exerce uma atividade profissional, certo?

Com isso em mente, acho que vai ficar bem mais fácil entender o que é retrabalho.

O que é retrabalho, afinal?

O retrabalho ocorre quando o objetivo de um trabalho não é alcançado e, por isso, ele precisa ser refeito.

Concorda? Devido a um erro, mal entendimento do que deveria ser feito, atrasos ou mesmo falta de perícia na execução ou de qualidade na entrega, um trabalho é recusado pelo cliente (interno ou externo) é precisa se voltar à estaca zero.

Mas como evitar o retrabalho nas empresas?

É isso que vamos ver agora!

Veja também: Conheça os principais erros que matam a produtividade de um time

Como diminuir o retrabalho nas empresas em 6 passos

Acabar com o retrabalho em seu negócio depende de diversos fatores.

A começar pela organização e otimização de processos, passando pela gestão das equipes e principalmente por uma melhor comunicação e mais trabalho colaborativo.

Veja como pôr tudo isso em prática.

1- Procure as falhas mais comuns nos processos

Alguns erros são recorrentes. Isso acontece em muitas empresas e parece incrível, mas as pessoas não pensam em mapear esses erros que se repetem e buscar soluções.

Portanto, quando ocorrer uma refação na empresa, em vez de esbravejar e reclamar, primeiro resolva o problema.

Depois, reúna a equipe envolvida e tente entender como evitar que aquilo se repita.

2- Defina um fluxo de tarefas claro

É muito mais comum do que se imagina, mas a maioria dos processos nas empresas não é mapeado.

Isso é: os colaboradores não tem uma noção clara de que tarefas devem ser realizadas, seguindo quais procedimentos, em que ordem e com a ajuda de quais ferramentas.

Aliás, muitas vezes nem se sabe ao certo quem é o responsável por algumas das tarefas, que acabam sendo negligenciadas.

Por isso, crie um fluxograma para fazer a gestão de seus processos, isso vai diminuir muito a refação em seu negócio.

Veja este infográfico que mostra como fazer um fluxograma:

O que é retrabalho nas empresas

3- Crie sistemas de conferência de pontos críticos

Ao estruturar seus fluxos de trabalho e descobrir os erros mais comuns, defina mecanismos de conferência e revisão para detectar se eles ocorreram e, assim, corrigi-los a tempo.

Apenas não defina revisões para tudo, ou será impossível terminar os processos e atividades.

Descubra as atividades-chave dos processos, aquelas que podem comprometê-los de forma radical, e revise-as por meio de um checklist ao final do trabalho ou conforme forem sendo realizadas.

4- Uma ferramenta de gestão de equipes cairia bem, não?

Já que é para organizar e acompanhar processos, porque não usar uma ferramenta de gestão de equipes ou de projetos?

Um software como o Trello, por exemplo, é ideal para isso. Com a vantagem de ter uma excelente versão gratuita.

Veja mais sobre o Trello em nosso blog:

Você pode optar por outras ferramentas, como o Asana, e até por planilhas do Google Sheets para fazer a gestão de sua equipe.

5- Invista em comunicação interna

É fundamental que as pessoas entendam exatamente o que lhes foi pedido.

E sem uma boa comunicação interna isso será impossível. Por isso, investir em um software que agilize o fluxo de informações pode ser de grande ajuda para sua empresa.

Uma ferramenta que tem se mostrado bastante eficiente nesse sentido é o Slack. Você usa em sua empresa? Já ouviu falar?

Então, confira este post: O que é Slack? Menos emails e mais integração entre equipes!

6- Automatize processos

Por fim, substitua tarefas chatas e repetitivas pela atuação de um software.

Vamos a um exemplo bem prático: emitir notas fiscais.

Esse é o típico trabalho que pode gerar uma série de refações. Cálculos errados, erros de digitação, demora ou esquecimento de emitir as notas e muito mais.

Por isso, ao automatizar esse processo, as refações vão simplesmente desaparecer.

Você pode, por exemplo, fazer com que toda vez que um pagamento for aprovado em um e-commerce, as notas fiscais sejam emitidas automaticamente.

Isso se chama de integração entre ferramentas. Você pega um software baseado na nuvem, integra com outro e eles se comunicam entre si, automatizando tarefas.

Outro exemplo: toda vez que um negócio for fechado em seu CRM, uma planilha de controle de vendas é automaticamente preenchida (além de ser feita a emissão da nota fiscal, se você quiser).

E esses são só alguns exemplos de muitos mais que podem ser realizados. A Pluga é especializada nesse tipo de integração e tem centenas delas prontas para você usar em seu negócio.

Tudo muito simples e ágil, não leva nem dois minutos para você ativar.

Conheça mais algumas dessas automatizações e confira quais delas podem ajudar a diminuir as refações em sua empresa:


You Might Also Like

close

O que os

EMPREENDEDORES MAIS EFICAZES

fazem e você não?


Separamos os 5 hábitos que os CEOs da Airbnb e Amazon usaram para criar empresas líderes de mercado


Com esse e-book você saberá:

check
check
check

Como a visão revolucionária de Brian Chesky, fundador da Airbnb, gerou uma startup de US$ 30 bi;

Quais são os segredos da rotina de Richard Brenson, dono de um império com mais de 400 empresas

Tenha tudo isso e mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.