Financeiro

Diversificação de meios de pagamento como forma de combate à inadimplência

16/06/2020
Meios de pagamento para diminuir a inadimplência

A inadimplência é uma velha inimiga dos gestores de empresas. Diretamente ligada à fluidez do caixa, índices altos podem significar dificuldades financeiras reais a curto-prazo. Para isso, esses empreendedores devem procurar regularmente por formas para reduzi-la, como métodos de cobrança efetivos e a diversificação dos meios de pagamento.

Também, em períodos de instabilidade econômica e no mercado de trabalho com aumento de desempregados, a questão precisa ser reavaliada com mais urgência. Para negócios recorrentes, sobretudo, que recebem seus pagamentos em mensalidades e cotas, essa reflexão é ainda mais importante

Ao impactar diretamente o fluxo de caixa, ela pode levar a empresa a recorrer a créditos, que normalmente têm juros altos. Isso pode levar a uma espiral negativa, com dificuldades em honrar os compromissos, cancelamento de investimentos e até a quebra da empresa, caso se estenda por um longo prazo.

Infografico para escolher o melhor meio de pagamento

Felizmente, existe uma série de estratégias que podem ser colocadas em prática para minimizar este mal. Uma delas, que abordaremos neste artigo, é a diversificação dos meios de pagamento, com o objetivo de oferecer aos clientes alternativas para que façam o acerto de seus compromissos.

Diversificação de meios de pagamento: boleto ou cartão?

A resposta para a pergunta acima é “ambos”. 

Do ponto de vista de quem é assinante de um serviço recorrente, quanto mais fácil for para fazer o pagamento, melhor. E quanto mais opções, mais chances de aderir às suas preferências.

Mesmo assim, ainda não são todas as empresas que entendem a importância de oferecer o máximo de alternativas para que o cliente pague. Algumas ainda confiam apenas nos tradicionais boletos, outros apenas nos cartões de crédito – em especiais os serviços criados nos últimos anos, quando o pagamento em cartão cresceu muito em razão de fenômenos como a Netflix.

Os boletos

É verdade que muitas optam pelo boleto como meio prioritário por suas vantagens. Em especial pelo baixo custo – que é fixo, e não uma porcentagem da transação – e liquidez imediata. 

No entanto, também convivem com seus “contras”, sendo o principal deles a dificuldade para que o cliente efetue o pagamento. Por não ser cobrado automaticamente, o cliente precisa tomar uma atitude para pagar, seja por meio de um internet banking ou mesmo se dirigindo a uma agência bancária. E isso acaba favorecendo a inadimplência.

O cartão de crédito

Já a cobrança por cartão de crédito normalmente é automatizada, um grande benefício tanto para o assinante quanto para o fornecedor. O cliente não tem que se preocupar em lembrar deste compromisso, nem tem que agir para fazer o pagamento, enquanto a empresa acaba tendo mais previsibilidade e menor inadimplência.

Para quem cobra, existe o outro lado da moeda: as taxas das operadoras do cartão são maiores. Entretanto, já existem plataformas de serviço financeiro que trabalham com tarifas fixas semelhantes a dos boletos.

Também, é preciso lidar com eventuais falhas na cobrança, que podem ser ocasionadas por diferentes fatores, como problemas técnicos, mudança do cartão por parte do cliente, limite excedido, etc.

Inteligência na cobrança

Entre seus prós e contras, a recomendação é que empresas variem e ofereçam ambas as opções de pagamento. A eficiência deles, por sinal, pode muito bem ser potencializada por um sistema de gestão online, com funcionalidades que auxiliam diretamente no combate a inadimplência.

No caso dos boletos, uma boa ferramenta são os boletos inteligentes – aqueles que, em caso de atraso, são atualizados automaticamente para a inclusão de eventuais multas e juros. Dessa forma, o cliente não tem que solicitar uma segunda via para que possa fazer um pagamento após a data de vencimento.

No caso dos cartões de crédito, entre seus fornecedores de gateways, avalie se eles se integram ao seu ERP (plataforma de gestão). Também confira se o sistema faz retentativas no caso de pagamentos não concluídos, tendo em seu arsenal o disparo de notificações automáticas caso isso aconteça.

Régua de cobrança (ou notificações automáticas) para cobranças efetivas

Além de oferecer, portanto, mais alternativas para o cliente pagar, outra dica valiosa para o combate à inadimplência é implementar uma régua de cobrança

A régua de cobrança um o processo definido pela empresa para se comunicar com os clientes em relação a uma cobrança de mensalidade ou assinatura. Ela contempla diferentes formas de comunicação, como e-mail, SMS e carta.

A régua entra em ação antes mesmo da data de vencimento de uma cobrança para alertar o assinante de que o pagamento deve ser feito em breve. Caso não seja efetivado, ela começa a agir para cobrar o cliente, e até mesmo oferecer a ele alternativas para que honre o compromisso. Com esse ato simples, já é possível reduzir consideravelmente o número de não pagantes.

Tecnologia e cobrança integrada à gestão

A redução das taxas de inadimplência é praticamente impossível sem o apoio da tecnologia. O mundo não está apenas cada vez mais digital, como há também uma nova relação entre consumidor e fornecedor.

No novo cenário, virtual e remoto – decorrente da pandemia de COVID-19 – é importante facilitar o processo de decisão dos seus clientes. Com diferentes meios de pagamento e uma estratégia firme de cobranças (não ostensivas, mas sim muito bem planejadas) é possível atingir esse patamar.

E, no final das contas, para implementar tal estratégia de forma eficiente, é indispensável contar com ferramentas para agilizar e automatizar esses processos. O Superlógica Assinaturas, sistema de gestão empresas de SaaS e negócios recorrentes, possui tais recursos em seu rol de ferramentas. 

Ainda, ao integrar-se com o PJBank, plataforma de serviços financeiros para empresas destes mesmo segmentos de mercado, é possível simplificar mais ainda os processos relacionados à cobrança. Por exemplo, não será mais necessário realizar a conciliação bancária, que é 100% automática.

Para otimizar ainda mais sua experiência, com a parceria entre o Superlógica Assinaturas e a Pluga.co é possível fazer integrações via API com outras ferramentas que você já utiliza. Por exemplo, através da integração com o Google Sheets é possível automatizar a atualização de planilhas sobre cobranças criadas ou estornadas. Veja, a seguir, algumas integrações disponíveis entre o Superlógica na Pluga:


Sobre a Superlógica

A Superlógica desenvolve o software de gestão perfeito para empresas de serviço recorrente. Referência em economia da recorrência, a Superlógica atua nos mercados de SaaS e Assinaturas, Condomínios, Imobiliárias.

Você também deve gostar de