Financeiro

Recorrência: o modelo de negócio que está transformando empresas

11/02/2020
recorrencia

Você já ouviu falar em recorrência? Este é um modelo de negócio que está transformando empresas, organizando toda a gestão financeira e trazendo muitos outros benefícios para diferentes segmentos. No decorrer do conteúdo, vamos explicar com mais detalhes o que é e quais são as vantagens. Vamos lá? 

Se engana quem pensa que este modelo de negócio é algo novo. Claro, que com toda a revolução tecnológica que aconteceu nos últimos anos, a recorrência foi ficando cada vez mais moderna e automatizada (como muitas outras coisas que mudaram por causa do nosso jeito de consumir, né?). 

Você se recorda quando alguém da sua família fazia assinatura de um jornal ou revista anos atrás? Ele (ou ela) pagava uma mensalidade e recebia em casa o material em datas específicas, semanalmente ou mensalmente, por exemplo. Isso é um modelo de recorrência, sim, pois tinha uma frequência contínua. 

Hoje, muitas empresas evoluíram com este modelo de negócio. Talvez você nem saiba, mas a Netflix, Spotify e SmartFit são grandes exemplos que utilizam a recorrência e automatizam todo o processo de cobrança para facilitar a vida dos assinantes que pagam, e deles, que recebem (é, claro, né?). 

banner-footer-blog-curso-ferramentas-web

O que é recorrência? 

Vamos entender então de fato o que significa isso! Recorrência é um modelo de negócio para empresas que trabalham com planos, assinaturas ou pacotes. Tudo que é consumido de forma constante pode entrar neste estilo de cobrança. É possível aplicar para produtos ou serviços. E, se a sua empresa vende com continuidade, não importa o tamanho (pequeno, médio e grande porte), a recorrência é uma ótima solução. 

Como a recorrência funciona 

Para ficar mais claro, vou contar uma historinha hipotética, tá? Vamos supor que você possui uma clínica de estética e vai vender um pacote de tratamento para o seu cliente. O normal seria passar o valor total do pacote para o seu cliente e ele pagaria as parcelas mês a mês. Com o pagamento recorrente, o seu cliente vai continuar pagando mês a mês, normal, mas ele não precisa ter o valor total do pacote disponível no cartão de crédito no ato da compra, apenas a primeira mensalidade. 

Principais vantagens 

São muitas vantagens para você, empreendedor, e para o cliente. Em uma venda sadia, é importante que ambos os lados saiam confortáveis. Confira alguns benefícios que vão fazer você pensar com muito mais carinho sobre o tema. 

Inadimplência 

Como o pagamento é realizado de forma automática, não tem mais aquele problema de “calote” ou esquecimento do pagamento de um boleto, já que as parcelas caem no cartão de crédito de forma automática na data que você deseja até o fim do plano ou pacote. Isso, consequentemente, diminui a taxa de inadimplência, pois é uma forma de garantir o recebimento da parcela. 

Maior previsibilidade dos seus recebimentos 

Você escolhe a data que deseja receber. No momento da contratação, você negocia com o seu cliente essa data e o pagamento é feito de modo automatizado. Assim, você sabe quando e quanto vai receber, tendo maior controle do seu fluxo de caixa. 

Argumento de venda 

Você já presenciou uma situação de venda perdida por causa do limite de cartão de crédito do seu cliente? Após passar o valor do pacote, o cartão não passa e fica aquele climão, né? Ruim para você e para o cliente! Com o modelo de negócio recorrente, o seu cliente precisa ter apenas o valor da primeira parcela disponível no cartão de crédito. Depois, o valor da mensalidade acontece de forma automática. Este é um ótimo argumento de venda, pois o valor total do serviço ou produto não é mais um problema no momento da compra e/ou contratação.  

Fidelização 

Com tantas facilidades para o seu cliente, desde não ocupar o limite total do cartão, até as formas automatizadas de realizar pagamentos, o seu cliente fica feliz e satisfeito com esse método. 

Torne o seu negócio mais rentável e organizado com a recorrência. Praticamente, todo negócio pode cobrar de forma recorrente, até mesmo e-commerces. Basta fazer uma análise do negócio.

Agora que você já conhece mais sobre a recorrência, pode aplicar no seu modelo de negócio e vender mais e sempre!

Esse artigo foi escrito por Natalie Angotti, copywriter na Vindi – Uma fintech de pagamentos online e soluções financeiras que ajuda empresas a venderem mais.

Você também deve gostar de