Gestão Empresarial

Como gerenciar uma loja virtual e otimizar a rotina

21/09/2018

Você sabe quais são os principais desafios para a gestão de um e-commerce? Se você pensou na logística de entrega, no controle de estoque, no financeiro, nas estratégias de marketing, na usabilidade dos seus clientes, você acertou alguns deles.

E é por isso que saber como gerenciar uma loja virtual de forma eficiente é fundamental para o que seu negócio alcance os resultados desejados. É sobre isso que vamos falar neste artigo. Confira! 😉

Veja também: 5 formas incríveis de melhorar sua produtividade com Mindfulness

Como gerenciar uma loja virtual de forma organizada

A organização torna os processos muito mais eficientes, tanto para a loja física quanto para a virtual.

E quando se trata de gestão de e-commerce, a importância de se ter tudo muito bem organizado é ainda maior. A falta de organização pode causar, por exemplo, atraso no envio dos pedidos, e isso irá ter como consequência a insatisfação dos clientes. Uma forma de evitar que isso aconteça e manter a sua organização empresarial em dia é criando uma rotina de tarefas.

O que é rotina e como ela pode ser uma aliada para gerenciar uma loja virtual?

O dia a dia é moldado pela rotina, caso contrário facilmente esqueceríamos atividades importantes, ou nosso dia ficaria bagunçado, fora de ordem.

A atividades organizadas facilitam nosso cotidiano, pois não precisamos pensar em tudo que iremos fazer. Já imaginou pensar em como dirigir e qual é o caminho para o trabalho todo dia?

A rotina simplifica o processo e permite que o cérebro não tome decisões o tempo todo.

Organizar o dia e criar rotinas só traz benefícios para o corpo e para a mente, além de melhores resultados para a empresa.

Dicas para otimizar a rotina da sua empresa

Para que a rotina da sua empresa seja otimizada, pode contar com algumas dicas:

  1. Defina tarefas: Distribuir as atividades da empresa entre os profissionais conforme sua habilidade, faz com que estas sejam executadas com maior facilidade e dentro do prazo estipulado.
  2. Designe responsáveis: A ideia de ter um responsável, é para que seja verificado se as atividades designadas para cada profissional estão sendo cumpridas.
  3. Priorize as tarefas: Atividades mais importantes devem ser realizadas em primeiro lugar. Para facilitar, crie uma lista de afazeres e ordene conforme importância, com intuito de manter o foco e o senso de urgência.
  4. Padronize processos (e os automatize): A padronização dos processos, em muitos casos, é visto como sinônimo de profissionalismo e de qualidade por parte da empresa. E, quando você consegue automatizar processos, a sua produtividade aumenta e seus resultados também.
  5. Crie um hábito: É o hábito que cria a rotina. Com organização e atividades padronizadas, há mais tempo disponível para cuidar de atividades que não envolvem a gestão da empresa.

Vantagens de otimizar a rotina

Manter a empresa organizada e a rotina funcionando, pode acarretar em diversos benefícios:

  • Profissionalização;
  • Melhora contínua dos negócios;
  • Maior previsibilidade, inclusive conforme sazonalidade;
  • Reduz o retrabalho;
  • Evita atrasos no envio dos pedidos;
  • Sobra tempo para demais tarefas que não envolvem o backoffice do e-commerce;
  • Otimiza de cada etapa.

A rotina no e-commerce

Para que não aconteçam atrasos no envio dos pedidos aos clientes, o ideal é que cada processo seja realizado em sequência. Não é lei e cada empresa pode adaptar conforme a necessidade de seu negócio, mas existe uma forma interessante de trabalhar no backoffice do e-commerce:

  1. Recepção dos pedidos: Os pedidos de diferentes canais de venda são centralizados em um software ERP para e-commerce, para que prossigam com os processos para envio.
  2. Reserva de estoques: O estoque dos produtos que compõem os pedidos é reservado, para que não sejam vendidos novamente. Se vender produtos sob encomenda, poderá verificar em relatórios o que necessita comprar.
  3. Confirmação do pagamento: O pagamento é confirmado pelos gateways ou bancos. Em caso de boleto bancário, o prazo para comprovação é maior.
  4. Separação: Após a aprovação do pagamento dos pedidos, é hora de começar a separar os produtos e conferir os itens, para que sejam embalados e enviados corretamente.
  5. Faturamento: Com o pedido separado, é o momento de incluir e autorizar as notas fiscais, além de imprimir a Danfe que será enviada junto com os pedidos.
  6. Etiquetas de envio: Para que os produtos sejam enviados aos clientes, a embalagem precisa ter informações de envio. Imprima as etiquetas e as cole no pedido correspondente.
  7. Expedição: Para enviar os pedidos, é preciso imprimir a Pré Lista de Postagem (PLP) dos Correios ou o XML para as transportadoras.
  8. Comunicação com a entrega: Conforme há atualização do status dos pedidos no ERP, a plataforma de e-commerce ou o marketplace são atualizados. Assim, o cliente fica por dentro da situação do pedido.
  9. Demonstrativo de resultados: Analisar a situação financeira da empresa também é importante. Com o Demonstrativo de Resultados (DRE), a empresa consegue verificar se está tendo lucro ou prejuízo, a fim de saber os caminhos que deve seguir.

Se a empresa seguir estes passos, ou adaptá-los à sua realidade, as chances de sucesso aumentam, pois tudo estará organizado e não haverá surpresas.

Quer saber mais sobre a otimização da rotina do e-commerce e ainda conhecer casos (reais) de sucesso? No e-book “Segredos na rotina de um e-commerce” a Tiny ERP conta mais.

*Este artigo foi escrito por Daniela Borsoi, do time de marketing da Tiny ERP.

You Might Also Like

close

PagSeguro, Moip, Mercado Pago...

Qual é o melhor para você?

Você não quer um meio de pagamento que cause dores de cabeça, certo?!

Esse infográfico é perfeito para que você: 

check
check
check

Identifique se está pagando muito nas taxas de cartão e boleto;

Compare as principais ferramentas de pagamento online do mercado;

Saiba qual delas pode te ajudar a faturar mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.