Gestão Empresarial

Kanban e Agile: duas palavrinhas, muita produtividade!

22/09/2017
kanban,agile

Para quem conhece, Agile e Kanban são conceitos que se misturam e, na verdade, algumas pessoas até os confundem mesmo…

E não se pode deixar de reconhecer sua efetiva contribuição para o gerenciamento de projetos e equipes de uma forma mais ágil (óbvio… 🤓) e intuitiva.

Nesta postagem, entenda mais sobre estas metodologias e como usá-las em seu negócio para ser cada vez mais produtivo.

Saiba mais: Chega de chute: Dicas de produtividade provadas pela ciência

Entenda Kanban e Agile e saiba como usar em seu negócio

Não, você não precisa sair correndo comprar alguns post-its. Vamos começar com definições de cada um destes conceitos, antes de passar na papelaria:

Agile

Metodologia criada inicialmente com o objetivo de direcionar o desenvolvimento de softwares de uma forma mais livre, intuitiva e menos burocrática.

Se baseia no chamado Manifesto Ágil, que se preocupada em atender às necessidades dos usuários de forma completa. Para fazer isso, usa pequenos avanços (iterações), em etapas estruturadas do projeto, que devem ser testadas e aprovados em colaboração com futuros clientes e usuários, antes de se prosseguir para o próximo passo.

Hoje, a metodologia ágil (ou Agile) é adotada em diversos outros tipos de negócios, como no desenvolvimento de produtos em geral, gestão de equipes e até no gerenciamento ágil de marketing.

Neste infográfico você pode ver alguns dos conceitos do manifesto ágil e seus contrapontos:

kanban agile

Fonte: spacechimpmedia.com

Explicando:

  • Responda à mudança, NÃO siga um plano engessado
  • Teste e use dados, NÃO se baseie em opiniões e convenções
  • Pense em indivíduos e iterações, NÃO mercados alvo
  • Faça iterações rápidas, NÃO grandes campanhas
  • Pratique muitos pequenos experimentos, NÃO uma porção de grandes apostas
  • Use a colaboração, NÃO permita panelinhas e hierarquia

Kanban

Sim, uma palavra japonesa. E sabe o que significa? Cartão!

Isso mesmo, em sua origem, Kanban era uma metodologia de controle de estoques em que se usavam cartões coloridos, fáceis de se visualizar, para indicar quando era preciso repor esses estoques de forma ágil e sem causar atrasos e gargalos.

O conceito evoluiu e podemos dizer que agora não são apenas os estoques que devem fluir rapidamente, sem atravancar a produção, mas todos os processos em si.

Assim, usa-se um quadro com 4 (ou mais) listas, deste tipo:

  • To do: tarefas que devem ser feitas
  • Plan: o que está sendo planejado para realizá-las
  • In progresses: as tarefas que estão em andamento
  • Done: tarefas finalizadas

E funciona deste jeito:

Você cria cartões com todas as tarefas que precisam ser feitas para que seu projeto ou processo aconteça.

Digamos que você produz conteúdo para blogs. Cada vez que chega um novo pedido de um texto para um post, você anota o tema em um cartão e coloca em sua lista To do.

Quando a pessoa (ou equipe) encarregada de planejar como o tema será desenvolvido se ocupar desta tarefa, ela anota no cartão, resumidamente, o que planejou e o coloca na lista Plan.

É claro que ela pode conversar com outras pessoas sobre isso e depois resumir as atividades, inclusive com o redator que vai pegar o cartão para fazer o texto, em seguida, e explicar tudo pessoalmente para ele.

O objetivo do Kanban não é substituir a comunicação e a colaboração, o quadro existe para organizar o processo, fazê-lo fluir mais rápido e permitir um controle visual instantâneo: só de bater o olho nos cartões e em que lista estão, dá para saber quantos textos estão sendo produzidos, quantos nem começaram, quantos já foram planejados e quantos já estão prontos.

Aliás, quando o redator pegar o cartão da lista Plan e começar a criar o texto, ele já o coloca na lista In Progress. E quando terminar, ele deve colocá-lo na lista Done.

Podem ser incluídas outras listas, como uma lista “revisão” e outra lista “em aprovação pelo cliente”, antes de se colocar o cartão na lista Done. Você decide quantas etapas seu quadro Kanban deve ter.

Veja um exemplo de um quadro Kanban Agile:

kanban agile

Fonte: leankit.com

Quadros, listas, cartões… onde foi que você já ouviu falar nisso? Exatamente, o Trello é baseado na metodologia Kanban, confira esta postagem de nosso blog e saiba mais: API Trello: é muito mais fácil gerenciar projetos e equipes integrando diversos apps

Kanban e Agile: mais fácil do que você imaginava, não foi?

Percebeu como muitas palavras que as pessoas usam por aí, parecendo misteriosas e difíceis de executar em sua empresa, na verdade, são muito mais fáceis de pôr em prática do que se pensa?

Este, com certeza, é o caso das metodologias Kanban e Agile.

Por isso, se você gostou de seus conceitos, não perca mais tempo e ponha tudo isso para funcionar em seu negócio! Agora sim, é hora de ir comprar alguns post-its coloridos e um quadro branco!

Quer mais dicas de produtividade além de Kanban e Agile? Então baixe nosso e-book gratuito:

ebook hacks de produtividade

You Might Also Like

close

As 17 ferramentas mais usadas 

pelas principais startups do Brasil


Além das principais ferramentas usadas por startups como a Resultados Digitais e a Pluga, separamos os melhores hacks que vão permitir que você:

check
check
check

Aplique os 5 hábitos essenciais que os empreendedores mais eficientes do mercado não deixam de fazer;

Fuja da Síndrome de Burnout e tenha um time mais produtivo (e engajado)

E muito mais!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.