Quanto custa anunciar no Facebook? Valor médio e outras dicas
quanto-custa-anunciar-no-facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook

Se você é proprietário de uma empresa e está considerando investir em publicidade paga no Facebook pela primeira vez, aposto que sua primeira pergunta é: “Quanto custa anunciar no Facebook?”.

Como eu sei disso? É a mesma pergunta que inúmeras pessoas proprietárias de empresas novatas no Facebook fazem. 

A resposta tradicional que você encontrará em quase todos os artigos sobre o assunto é: “Depende.”

Felizmente, hoje podemos fazer melhor do que responder apenas “depende”.

Abaixo, você descobrirá quanto custa anunciar no Facebook e quais fatores afetam os custos de publicidade paga dentro da ferramenta.

O que é Facebook Ads?

O Facebook Ads é a plataforma de anúncios pagos da maior rede social do mundo. Por meio do seu gerenciador de anúncios é possível criar os anúncios que serão veiculados dentro do próprio Facebook e também no Instagram.

Para criar um anúncio dentro do Facebook sua empresa vai precisar de uma página profissional na rede. Essa página é gratuita e você só pagará qualquer coisa  quando começar a anunciar.

Sem dúvida as redes sociais popularizaram as ações de marketing, antes muito concentradas nas mãos de empresas com grande poder aquisitivo, capazes de pagar para estar em canais como televisão, rádio e mesmo em veiculações impressas.

Hoje, qualquer empresa pode anunciar dentro das principais redes sociais do mundo e alcançar os usuários que estão alinhados ao perfil de cliente delas.

Uma vez tendo a página profissional criada, você terá acesso ao gerenciador de anúncios que permite criar as publicidades que desejar. Qualquer pessoa pode fazer um anúncio e iniciar uma estratégia dentro do canal.

Como você verá a seguir, existem diferentes tipos de objetivos que um anúncio como este pode gerar como aumento de alcance, tráfego para o site e até captação de leads.

Quanto custa anunciar no Facebook? Valor médio de publicidade

Esta é a resposta número 1 que vemos em todos os lugares sobre o custo de publicidade do Facebook: “Depende.”

Na verdade, todos os custos de publicidade dependem de algo.

Felizmente, temos uma linha de base para você calcular o valor da propaganda no Facebook.

Para começar é preciso considerar o valor do custo por clique (CPC). Geralmente, anúncios do Facebook e Google são calculados a partir desse índice.

O CPC é o valor que a empresa vai pagar à plataforma de veiculação, a cada clique que o anúncio receber. 

Quando um anúncio é criado a partir do modelo CPC, a sua empresa só realiza pagamentos ao Facebook quando a publicidade recebe um clique.

Então, quando custa anunciar no Facebook? O custo por clique (CPC) médio dos anúncios no Facebook fica entre R$2 e R$12. Foi o que apontaram os estudos feitos pela WordStream e pelo AdEspresso. Já para anúncios que consideram o custo por mil impressões (CPM), a publicidade no Facebook custa cerca de US$7,19 (Hootsuite). 

Então, por exemplo, se o CPC da campanha for R$3 e o anúncio receber 15 cliques, o valor a ser pago será de R$45.

Dentro do Facebook Ads, é possível definir um teto diário de investimento, evitando que o custo seja maior do que o que você deseja. 

Dessa forma, ao atingir o valor do teto, o anúncio para de ser veiculado, para que você não gaste mais do que o desejado. 

Espere, nós não terminamos.

Lembra-se da resposta “depende”? É 100% precisa. Por quê? Porque existem alguns fatores extremamente importantes que impactam no valor da propaganda no Facebook, aumentando ou reduzindo o valor médio do CPC.

Como o Facebook cobra por seus anúncios? Quais fatores influenciam o custo?

Existem alguns fatores principais que vão influenciar o custo do anúncio no Facebook. São eles:

  • Objetivo do anúncio;
  • Tipo de oferta e lance;
  • Público;
  • Qualidade do anúncio;
  • Setor de negócio.

A seguir, vamos detalhar como cada um desses elementos afeta o custo do anúncio, pois eles são importantes para a experiência de como anunciar no Facebook Ads como um todo. E não apenas para entender os custos.

Tipos de objetivos de anúncio no Facebook

Dentro da plataforma do Facebook Ads existem objetivos diferentes listados.  Você deve escolher entre eles, qual seu principal objetivo com a campanha para então iniciar a criação do anúncio da empresa

Cada objetivo e cada tipo de anúncio:

  • possui diferentes indicadores estratégicos (KPIs);
  • é apresentado para pessoas diferentes com base no resultado desejado.

O objetivo escolhido para a sua campanha determina para quem o Facebook irá exibir seus anúncios. Como você verá a seguir, isso afeta drasticamente o custo da campanha. 

Para escolher qual dos objetivos apresentados pelo Facebook é o ideal para a sua campanha, você deve ter em mente qual é o propósito que você tem com aquele anúncio.

O que você quer que o anúncio faça por você? Por que investir seu capital? 

A seguir, apresentamos um exemplo para que você tenha mais clareza sobre o impacto do objetivo de uma campanha, em seu custo. 

Imagine que você, proprietário de uma empresa de serviços domésticos, esteja iniciando uma campanha no Facebook. Você definiu sua segmentação do anúncio para incluir pessoas que são donas de casa, interessadas na melhoria do lar.

Agora imagine que o Facebook precisa escolher entre duas pessoas para exibir seus anúncios e ambas correspondem à sua segmentação. 

A primeira pessoa é muito “clicky” (clica em muitos anúncios), mas nunca preenche um formulário de lead. A segunda pessoa não clica em muitos anúncios, mas tende a preencher formulários, quando clica em um.

Se ao criar seu anúncio, você definiu seu objetivo para obter tráfego para o seu site, o Facebook escolherá a pessoa “clicky” para mostrar o seu anúncio. 

Entretanto, se o seu objetivo for obter leads, o Facebook escolherá a pessoa com maior probabilidade de conversão (ou seja, de preencher o formulário até o fim).

Perceba que o objetivo que você definir ao criar seu anúncio irá direcionar o Facebook Ads sobre o tipo de pessoa que deve ser impactada com a campanha.

É provável que haja menos pessoas com probabilidade de conversão do que pessoas com probabilidade de clicar em um anúncio e serem direcionadas para um site.

É por isso que orçamentos iguais para três objetivos de anúncio diferentes podem ter estimativas de alcance diário diferentes também.

Além disso, quanto menor a sua “piscina”, mais o custo aumenta. Ou seja, um anúncio que impacta um usuário que preenche um formulário de cadastro, geralmente, será mais caro do que um anúncio que tem como objetivo obter um clique e gerar tráfego para o site

Logo, a escolha do objetivo correto do anúncio é o primeiro passo para garantir que o custo do seu anúncio permaneça dentro do orçamento e que o seu objetivo seja alcançado.

Na imagem abaixo, você confere os tipos de categoria para os objetivos de anúncio disponibilizados pelo Facebook: 

Quanto custa anunciar no Facebook

Entenda mais sobre cada categoria:

  • Reconhecimento: os anúncios com o objetivo Reconhecimento criam a conscientização e o interesse em seu produto ou serviço.
  • Consideração: os anúncios com o objetivo Consideração levam as pessoas a começar a pensar em seu negócio, produto ou serviço como solução para os problemas que elas enfrentam, e consequentemente a procurar mais informações sobre sua empresa.
  • Conversões: os anúncios de conversão incentivam as pessoas a realizar uma ação específica, como por exemplo preencher uma solicitação de orçamento ou comprar seu produto ou serviço.

Dentro de cada uma dessas categorias, existem opções ainda mais específicas que são escolhidas e usadas como o objetivo da campanha, além dos tipos de oferta e lance. 

Tipo de oferta e lance: como o leilão de anúncios do Facebook funciona

O segundo fator que afeta o custo de anunciar no Facebook é o leilão e seu lance. 

Infelizmente, ou felizmente, o espaço de publicidade dentro da rede social não vai para o anunciante que oferece o maior lance, ou o maior valor pelo clique no anúncio. 

De acordo com o Facebook, os anúncios devem: 

  • Criar valor para os anunciantes, ajudando-os a alcançar e obter resultados de pessoas em seus públicos-alvo;
  • Fornecer experiências positivas e relevantes para pessoas que usam o Facebook, o Instagram ou o Audience Network.

A melhor maneira de garantir isso é realizar um leilão, exibindo os anúncios de maneira que ambos os interesses estejam representados. 

Dessa forma, os anunciantes estão alcançando pessoas receptivas a seus anúncios e os usuários veem algo de seu interesse nas publicidades.

Isso é diferente de um leilão tradicional porque o vencedor não é o anúncio com o maior lance monetário, mas sim o anúncio que cria maior valor total para os usuários que deseja atingir.

O que compõe esse valor total? Três coisas:

  • Lance do anunciante – seu lance monetário.
  • Qualidade e relevância do anúncio – Isso se baseia no feedback de usuários do Facebook e em quão relevante o Facebook acha que seu anúncio será para as pessoas que o visualizam.
  • Taxas de ação estimadas – Isso é calculado pela probabilidade que o Facebook acha que uma pessoa tem de concluir o objetivo que você escolheu.

Durante o leilão que o próprio Facebook realiza automaticamente, o seu anúncio é colocado contra outros anúncios semelhantes e o anunciante com a maior combinação dos três fatores apresentados acima, obtém a posição real online e tem seu anuncio apresentado ao usuário

Como seu lance pode afetar o custo do anúncio

Existem dois formatos de lance para os seus anúncios: automáticos e manuais.

Com o lance automático, o Facebook define seu lance para você obter o máximo de ações pelo melhor preço. Com o lance manual, você decide o resultado que vale para você.

O Facebook sempre incentiva você a dar lances manuais também, entretanto, se você é inexperiente, comece com os lances automáticos. 

Ainda neste tópico, vale uma observação: concentre-se no ROI da campanha, em vez de focar apenas em alcançar o menor custo. 

Quanto maior o seu lance, mais acesso você pode ter às pessoas mais importantes, ou seja, a usuários mais preparados a avançar nas etapas do funil de vendas, rumo à conversão. 

A importância do seu público no valor da propaganda no Facebook

O público que você escolhe para exibir seus anúncios influencia muito no seu custo final

Quanto mais relevante for o seu público, menor será o custo. Pense nisso desta maneira: você gerencia uma empresa de serviços residenciais e deseja exibir um anúncio sobre substituição de teto, portanto, escolhe segmentar pessoas interessadas em melhorias na casa.

Boa ideia, certo?

Errado.

Se você selecionar apenas “Interessado na melhoria da casa” como um qualificador, seus anúncios serão exibidos para TODOS que já indicaram que gostam de melhorias na casa.

Isso inclui pessoas que moram em apartamentos, pessoas que não tem casa própria, pessoas que assistem a programas de TV porque são obcecadas por reformas de casas etc.

Agora, a má notícia: existem mais de 350 atributos de público-alvo que você pode selecionar e combinar. E pode levar anos para aperfeiçoar sua técnica para manipulá-los até chegar em audiências incríveis.

Entretanto, a regra geral é segmentar o máximo possível suas campanhas usando esses atributos oferecidos pela plataforma de anúncios. 

A segmentação de público permite a definição de:

  • informações demográficas,
  • interesses, 
  • comportamentos, 
  • acontecimentos pessoais e mais. 

Ao mesmo tempo que segmentar sua campanha é indispensável para alcançar os usuários mais qualificados, tome cuidado para não criar públicos-alvo muito pequenos. Isso pode significar maior dificuldade para a plataforma “localizar” esses usuários. 

O vídeo a seguir traz alguns insights sobre como segmentar seus anúncios. Vale a pena conferir.

Qualidade do anúncio

Se disséssemos que você precisa escolher duas coisas para otimizar para diminuir seu custo de publicidade no Facebook, a qualidade do anúncio seria a primeira da minha lista, seguida pela audiência.

Aqui está um detalhe sobre o uso do Facebook: a rede social é semelhante ao diário online de alguém. 

Isso quer dizer que a plataforma é um espaço pessoal usado para acompanhar o que é importante, descobrir coisas novas que possam ser importantes e basicamente escapar do tédio.

É uma plataforma de “ver”. As pessoas não vão lá com a intenção de “fazer” as coisas.

Essa mentalidade pode funcionar a favor ou contra você quando se trata do seu anúncio. 

Seus anúncios precisam ser interessantes, visualmente atraentes e devem ser absolutamente adequados a um desses critérios:

  • despertar o interesse de um usuário;
  • invocar uma emoção;
  • levar alguém a ação.

Para que isso aconteça, uma imagem com seu logotipo e um título não são a melhor escolha para a sua campanha. 

É por isso que a qualidade do anúncio é tão central para definir, entre outras coisas, quanto custa anunciar no Facebook.

Pontuação de relevância do anúncio no Facebook

Como mencionamos anteriormente, o Facebook valoriza a relevância do usuário. Quanto maior sua pontuação de relevância (de 1 a 10), menor será o custo de entrega. 

De acordo com a plataforma: a pontuação de relevância é calculada com base no feedback positivo e negativo que um anúncio recebe de seu público-alvo. 

Quanto mais interações positivas um anúncio recebe, maior será a pontuação de relevância do anúncio.

Quanto mais as pessoas ocultem ou denunciem um anúncio, menor será sua pontuação.

Os anúncios recebem uma pontuação de relevância entre 1 e 10, sendo 10 a mais alta. A pontuação é atualizada conforme as pessoas interagem e fornecem feedback sobre o anúncio.

Logo, se você quiser reduzir o custo de anúncios do Facebook, aumente sua pontuação de relevância criando anúncios que despertem real interesse da sua audiência, sem “pegadinhas”.

Como seu setor de negócios afeta os custos no Facebook

Vamos pensar sobre isso logicamente. Se você estiver vendendo relógios Rolex, seu custo por resultado provavelmente será maior do que se você estivesse vendendo um teste fitness de 30 dias.

O setor em que você está e o produto que você vende têm muito a ver com seu custo de anúncio. O pessoal da FitSmallBusiness.com mostrou isso em números:

Quanto custa anunciar no Facebook

Agora que você sabe, em média, quanto custa anunciar no Facebook, deve estar se perguntando: “Qual a melhor maneira de diminuir o custo do meu anúncio no Facebook?

A prática leva a perfeição. Com tantas possibilidades disponíveis, você fará diversos testes até encontrar as melhores opções para o seu negócio.

Se você é novo em publicidade no Facebook e não é o mais habilidoso em tecnologia, talvez valha a pena contar com um parceiro de marketing. É possível que você perca muito tempo apenas tentando descobrir todas as nuances da publicidade na plataforma e os custos que a acompanham. Então vale buscar uma ajuda extra para obter o máximo do seu investimento!

Vale a pena promover uma página no Facebook? 

Sem dúvida, os anúncios dentro das redes sociais são importantes aliados das empresas e podem representar um aumento relevante nos números relacionados à atração e conversão de usuários. 

Por isso, antes de montar um anúncio dentro da rede é fundamental pensar sobre qual é o papel dele dentro do seu plano de marketing

É possível aproveitar os resultados de suas campanhas, e até mesmo reduzir os gastos com os anúncios no Facebook Ads, se você construir uma campanha que aproveite melhor cada usuário impactado.

Por exemplo, imagine que você criou uma campanha com objetivo de atrair tráfego para a sua loja online. 

Um usuário que clica no anúncio e é direcionado para o seu e-commerce, dificilmente fará uma compra na primeira visita. Entretanto, com o acesso à sua página, ele já teve algum contato com a sua marca. Além disso, você sabe que ele tem um certo interesse pelo produto. Então como aproveitar esse visitante, sem deixar que ele saia do seu site sem fazer nada? 

É possível, por exemplo, oferecer um desconto na primeira compra. Para receber o cupom ele só precisa se cadastrar. Observe a imagem abaixo: um pop-up que aparece na tela do usuário.

Quanto custa anunciar no Facebook

Captar leads é uma forma de aumentar o retorno sobre investimento no anúncio no Facebook, incluindo o canal em uma estratégia mais completa de marketing.  

Ao converter um visitante em lead, a sua empresa passa a ter um outro canal de comunicação com ele: o e-mail. 

O e-mail marketing é uma ferramenta de relacionamento muito estratégica para empresas e muito mais barata do que os anúncios no Facebook. 

Por isso, é cada vez mais comum vermos empresas investindo em ações de geração de leads B2B e B2C. Estamos falando de uma estratégia que permite mais contato entre empresa e cliente, com menos investimento.

A dobradinha entre Facebook Ads e ações de geração de leads pode ser ainda melhor aproveitada se a sua empresa possui uma integração entre os sistemas com os quais trabalha, por exemplo, uma integração entre o Facebook Leads Ads e sua planilha Google, MailChimp ou CRM. 

Com a Pluga você pode fazer isso. Por exemplo, a cada resposta em um anúncio do Facebook Lead Ads, uma nova linha pode ser inserida com as informações do lead em uma planilha, ou uma  oportunidade pode ser criada em seu CRM – por exemplo.

Depois disso, também é possível integrar suas planilhas de leads com ferramentas de envio de e-mail marketing, e muito mais!

Com os recursos da Pluga você faz integrações incríveis entre as ferramentas web que você mais usa, sem precisar se preocupar com programação ou desenvolvimento. 

Com um clique você pode integrar seus sistemas de CRM, pagamento, marketing, financeiro, ERP e muito mais!

Agora você já sabe quanto custa anunciar no Facebook e como aproveitar melhor seus resultados, é hora de colocar a mão na massa. Compartilhe com a gente nos comentários.

Este post foi escrito originalmente pela Links Experts e atualizado pela Pluga em 2022. 

Esse artigo foi útil para você? 😎
Média: 5 / 5

Você também pode gostar

A Ploomes CRM é uma plataforma de otimização de processos de uma empresa, sejam eles relacionados ao funil de vendas ou a outros setores […]