Gestão Empresarial

A importância dos indicadores de desempenho

18/05/2016
A importância de indicadores de desempenho

Toda empresa deseja alcançar resultados incríveis, tanto em termos financeiros como de reconhecimento do mercado, e diariamente trabalham para isso. Porém, há uma falha cometida por muitas empresas: a evolução na busca e alcance desses indicadores de desempenho não é medida ou é feito de maneira muito inconstante. Isso significa que por mais que a empresa se esforce com os seus colaboradores e investimentos, ela não sabe dizer ao certo onde está acertando e onde está falhando, conhecendo apenas o resultado final.

Se uma empresa estipulou por meta um crescimento de 15% para o semestre em relação ao ano anterior, e ao chegar ao quinto mês (ou seja, faltando apenas 1 mês para o fim do semestre) o crescimento acumulado é de 10%, como saber se no ritmo atual a empresa alcançará a sua meta? No que a empresa está acertando? Onde ela pode estar errando? Há alguma mudança ocorrendo ou prevista no mercado que pode afetar os negócios e a meta?

Para responder essas e outras dúvidas, e para facilitar a gestão, é que existem os indicadores de desempenho.

A importância de medir o desempenho

Os indicadores de desempenho, portanto, não servem apenas para dizer se o resultado esperado foi alcançado ou não, ou para fazer uma análise conclusiva do percurso. Os indicadores podem e devem ser utilizados no dia-a-dia da empresa para acompanhar a evolução do trabalho e realizar os ajustes necessários. São esses indicadores que fornecem aos administradores e gestores uma visão ampla e precisa sobre a empresa.

É preciso levar que consideração que justamente pelo fato de o indicador de desempenho ser tão importante para a condução estratégica da empresa que eles não devem ser definidos de qualquer forma. Eles precisam estar orientados para aquilo que é informação relevante para a empresa e que ajudem na tomada de decisão.

Podemos afirmar que os indicadores de desempenho são verdadeiros comunicadores: através deles será possível compreender como a empresa está e já ter os primeiros sinais do que é necessário fazer para melhorar os resultados.

O mais interessante é que boa parte dos dados e informações necessários para criar os indicadores já estão disponíveis na empresa. Basta reuni-los, mantê-los atualizados e consolidá-los de maneira a ser um indicador.

Quais indicadores de desempenho possuir?

A escolha dos indicadores apropriados para cada empresa demanda uma análise particular. O importante é não perder de vista a função dos indicadores de desempenho: permitir uma visão atual e ampla da empresa e auxiliar na tomada de decisões.

Porém, alguns indicadores são normalmente recomendados, pois abordam a realidade de toda empresa. Dentre eles, podemos citar:

  • Indicadores de produtividade;
  • Indicadores de competitividade;
  • Indicadores de lucratividade e rentabilidade;
  • Indicadores de eficiência;
  • Indicadores de eficácia.

De maneira prática, uma empresa pode, por exemplo, criar indicadores para medir e acompanhar:

  • Taxa de sucesso em vendas;
  • Capacidade de produção em relação ao tempo;
  • Relação percentual entre o lucro e as vendas totais;
  • Nível de avarias em relação à quantidade aceitável estabelecida;
  • Valor do ticket médio;
  • Nível de serviço de entregas;
  • Entre outros.

O mais importante é compreender como os indicadores podem ser de grande valia para a gestão e estratégia da empresa e começar a sua implantação, ainda que aos poucos. E para quem utiliza ferramentas de gestão e de automação, essa tarefa se torna mais fácil e ágil.

Sobre o autor: A Intelliplan Consultoria Empresarial atua com micro, pequenas e médias empresas nas áreas de gestão, estratégia e mercado, ajudando a melhorar os seus resultados.

Você também deve gostar de

CURSO POR E-MAIL

11 TÉCNICAS DE PRODUTIVIDADE!


11 dicas dos empreendedores mais eficazes do mundo para melhorar a sua produtividade.