Empreendedorismo

Técnica de Pomodoro: sinta o gostinho da alta performance!

23/08/2016
Técnica de Pomodoro

Como toda receita de sucesso, a Técnica de Pomodoro para aumentar a produtividade no trabalho exige uma boa seleção de ingredientes e uma preparação adequada.

E, é claro, um bom tempero também ajuda. Isto é: se dá para acrescentar umas pitadas de tecnologia e algumas colheradas de integração nessa receita, por que não aproveitar tudo isso e fazer uma porção que vai render muito mais?

Para ajudar você a pegar rapidinho cada macete para preparar esse molho de produtividade sem deixar desandar, decupamos a receita, passo a passo.

Prove, repita e depois prepare em casa (ou no trabalho, de preferência) e ofereça um banquete de alta performance para sua empresa.

Veja também: Gestão de tempo e produtividade: como uma startup perdeu 33 mil reais “economizando”

Receita de produtividade: Experimente a Técnica de Pomodoro

Você sabe o que significa pomodoro? Pomodoro é tomate em italiano!

Puxa! E como um tomate vai me ajudar a ser mais produtivo? Alguma substância ou nutriente deste alimento vai me dar um gás para ralar até altas horas?

Nada disso!

A Técnica de Pomodoro foca em produtividade, isto é: fazer mais, com menos. No caso, fazer mais tarefas em menos tempo. Tempo também é um recurso (óbvio) e trabalhar até altas horas não significa produtividade, significa que você trabalha muito tempo, talvez até perdendo tempo em tarefas poucos eficazes.

Bom, mas vamos voltar ao nosso prato principal: como empregar a Tática de Pomodoro no seu dia a dia e saborear os louros de ser “o cara” que produz com muita eficiência.

Um pouco de história

Como não poderia deixar de ser, a Técnica Pomodoro foi criada por um italiano: Francesco Cirillo, no ano de 1980, inspirado em um desses cronômetros em forma de tomate que a gente encontra em muitas cozinhas.

Mas, por coincidência ou não, a Técnica de Pomodoro consiste em fatiar seu tempo, como se fosse um tomate, para poder aproveitar melhor cada segundo dele, sem se distrair, se cansando menos e produzindo mais.

Vamos ver como se prepara tudo isso?

Além de técnicas, a força do hábito também ajuda a ser mais produtivo, confira aqui: Os 5 hábitos de sucesso para melhorar a produtividade.

Pondo a mão na massa (ou no tomate, sei lá…)

Ingredientes:

  • Um medidor de tempo (ampulheta, relógio, cronômetro, celular ou outro que preferir)
  • Lápis
  • Papel
  • Tarefas a gosto

Obs.: Lápis e papel podem ser substituído por um App de gerenciamento de projetos.

Modo de preparo:

  1. Junte uma quantidade de tarefas suficiente para formar uma lista.
  2. Coloque-as em ordem de importância e reserve.
  3. Pegue seu medidor de tempo e ajuste a primeira fatia de tempo, o recomendado são 25 minutos.
  4. Escolha a primeira tarefa de sua lista.
  5. Comece a trabalhar nela, bem focado, até que seu medidor de tempo avise que é hora de parar.
  6. Caso alguma interrupção que não pode ser deixada de lado apreça, não pare o que está fazendo, apenas anote e volte rapidamente à sua tarefa.
  7. Ao terminarem os 25 minutos, faça uma marca em sua lista e descanse de 3 a 5 minutos.
  8. Volte à tarefa que estava fazendo (se ela não terminou), ou comece outra e foque nela, da mesma maneira que fez antes.
  9. Continue assim até completar 4 fatias do seu tomate (pomodoro) isto é: espere juntar 4 marcas de períodos de 25 minutos em sua lista e descanse por meia hora.
  10. E toda vez que uma tarefa for terminada (independente de quantas fatias ela demorou) risque-a da sua lista!

Anote mais esta em sua lista: 4 dicas de produtividade para nunca mais sofrer com deadline

Por que a Técnica de Pomodoro aumenta a produtividade?

O segredo por trás da Técnica de Pomodoro está no reforço positivo, isto é, pequenas premiações pelo seu esforço em ficar focado na tarefa por 25 minutos, sem se distrair.

Por isso, é importante que nesses 5 minutos entre cada tarefa, você faça coisas para se distrair, divertidas e relaxantes. Pode ser ouvir música, saborear um lanchinho ou, é claro, o preferido de muita gente, dar uma olhada nas redes sociais.

Perceba que a cada 2 horas, mais ou menos, você também descansa por 30 minutos. Aproveite este tempo ao máximo! Caso você não se sinta premiado pelas suas 2 horas de trabalho (com pequenos intervalos de folga), a Técnica Pomodoro não vai funcionar plenamente. Seu cérebro precisa entrar nessa sintonia e nesse ritmo para saber que se ele der duro, logo terá uma recompensa.

E com mais foco e concentração durante aqueles 25 minutos, você faz o possível para aproveitar cada segundo. E como descansa regularmente, então você não fica cansado nem estressado, o que facilita ainda mais ficar focado.

A Técnica de Pomodoro é um tipo de ciclo virtuoso: quanto mais você se concentra, mais ganha intervalos de descanso, que te recarregam as baterias para conseguir focar no trabalho por mais 25 minutos de muita produtividade!

Veja mais: Acabe com a baixa produtividade da sua equipe com essas 5 dicas

Quer ficar ainda mais por dentro do assunto produtividade e manter atenção plena nos desafios do seu negócio? Baixe nosso e-book com hacks de produtividade para PMEs:

crescimento da empresa hub empreendedor

 

You Might Also Like