API

Quais são os tipos de CRM e as vantagens de cada um deles

14/12/2018
Quais são os tipos de CRM

CRM, na verdade, não é um sistema, um software ou ferramenta de gestão.

CRM é uma estratégia empresarial focada em atender às necessidades dos clientes.

Para isso, a empresa precisa conhecer profundamente seus clientes para descobrir seus reais desejos e necessidades e, assim, poder atendê-las da melhor forma possível, surpreendendo positivamente essse clientes. Com isso, será possível ter sucesso em sua conquista e fidelização.

Softwares de CRM são ferramentas tecnológicas criadas para ajudar as empresas a fazer tudo isso. Eles organizam informações, cruzam dados, gerenciam equipes e promovem a colaboração.

Afinal, com a transformação digital ganhando cada vez mais importância nas empresas, nada mais lógico que usar a tecnologia apoiada pela computação em nuvem para se aproximar ainda mais de seus clientes.

Neste post, você vai entender tudo sobre CRM, quais são os tipos de CRM e como eles podem ajudar sua empresa a prospectar, conquistar e vender mais para seus clientes.

Descubra quais são as 4 funções do CRM

Conhecer profundamente seus clientes com auxílio da tecnologia implica em uma série de atividades.

Um CRM pode ajudar sua empresa de várias formas. Seja na operação do dia a dia, atendendo chamados ou agendando visitas com clientes, por exemplo; seja coordenando a equipe de vendas; ou ainda integrando as equipes.

No final, ao usar todas essas funções do CRM em conjunto, ele se mostrará uma excelente ferramenta estratégica para seu negócio.

Por isso, o CRM pode ser dividido em 4 funções principais. Confira quais são o tipos de CRM usados em cada uma dessas funções e como usá-los de forma estratégica em sua empresa.

1- CRM Operacional

O CRM operacional é composto das operações internas e externas.

As operações externas incluem os sistemas de atendimento ao cliente e suporte, SAC e à automatização de todos pontos de contato com o cliente.

A grande vantagem de se usar um software para isso é poder contar com todos os dados e informações sobre os clientes devidamente arquivados com segurança e fáceis de achar.

Já as operações internas se referem ao gerenciamento da força de vendas. O CRM operacional interno ajuda a definir as tarefas dos vendedores e acompanhar seu desempenho.

Apuração de metas e de comissões de vendas, auxílio no agendamento de reuniões, follow-up, criação de rotas de visitas e outras atividades de vendas são muito beneficiadas com o gerenciamento das operações internas com ajuda do CRM.

A integração do operacional interno com o externo gera ainda mais dados, como o funil de vendas e previsões de faturamento.

2- CRM colaborativo

Além de integrar marketing e vendas, o CRM colaborativo permite que todas as informações, internas ou externas, de atendimento e suporte ou de vendas, sejam todas compartilhadas.

Para este tipo de CRM é fundamental um sistema baseado na nuvem, que permite acesso remoto de preferência via dispositivos móveis, inclusive com app no celular.

Essa colaboração faz com que o vendedor possa usar dados do marketing e do suporte para conhecer ainda melhor seu cliente. E, da mesma forma, esses departamentos também podem se beneficiar das informações da área de vendas.

Tudo isso sendo trabalhado de forma colaborativa só pode aumentar a satisfação e a fidelização dos clientes.

3- CRM analítico

Como você viu, o CRM operacional e o CRM colaborativo geram um rico banco de dados para o seu negócio.

Nele estão guardadas importantes informações sobre o comportamento dos clientes, seus hábitos de compra, perfis, características, volume de vendas, porte das empresas etc.

Com base nisso, o CRM permite que você faça a análise desses dados para definir as melhores táticas e ações de vendas.

Um bom CRM analítico deve ser capaz de descobrir:

  • Quais clientes querem comprar
  • O que querem comprar
  • Quando querem comprar
  • Que preço estão dispostos a pagar
  • Qual seu canal de aquisição preferido

Assim, um bom profissional de vendas conseguirá oferecer o produto ou serviço certo, para o cliente ideal, na hora mais apropriada, pelo preço que ele pode pagar.

Mas quais os tipos de CRM mais importantes?

Na verdade, todos eles são importantes. O ideal é utilizá-los em conjunto, potencializando ao máximo todos os seus benefícios. Essa integração de todos os tipos de CRM é o chamado CRM estratégico.

4- CRM estratégico

O CRM completo, aquele que mais tem potencial de gerar benefícios para seu negócio.

Ao agrupar as características dos demais CRMs, o CRM estratégico fornece uma visão holística dos negócios em andamento, permitindo uma tomada de decisão muito mais objetiva e certeira.

Além disso, fornece as informações necessárias em todos os níveis de gestão: isto é, no nível operacional, no tático e no estratégico.

Assim, é possível definir políticas macro e fazer seu planejamento estratégico de vendas usando todos esses dados e poder de análise.

Em seguida, a gestão das áreas de vendas, marketing, atendimento e até de sucesso do cliente conta com muito mais recursos e informações. O controle e acompanhamento dessas áreas é amplamente facilitado.

Por fim, as atividades operacionais, como o follow-up de vendas, roteiro de visitas ou o atendimento aos clientes estão muito bem servidas das ferramentas que necessitam para satisfazer seus clientes na linha de frente do negócio.

Quer entender melhor quais são os 4 tipos de CRM?

Então, confira esta ilustração:

Quais são os tipos de CRM

Este artigo foi escrito por Júlio Paulillo, Co-founder e CMO do Agendor, a plataforma de aprimoramento em vendas para vendedores profissionais.

You Might Also Like

close

Odeio tarefas manuais!

Compilei 11 dicas dos empreendedores mais eficazes do mundo para melhorar minha produtividade. Quer ver?

Receba durante 11 dias dicas incríveis que irão te ajudar a:

check
check
check

Melhorar a sua produtividade;

Ter mais tempo para curtir a vida (e não surtar);

Revolucionar sua forma de trabalhar!

  • Seus dados estão seguros! Prometemos não te enviar spam.