Financeiro

5 vilões que afetam o lucro da sua empresa. Conheça!

12/07/2016
lucro-pluga

Por falta de tempo, muitos gestores se descuidam das atividades da organização. Com isso, percebem que o lucro da empresa diminui, mas não conseguem identificar a causa.

Se você não quer passar por essa situação, aprenda a identificar o que está prejudicando sua lucratividade e atue sobre o problema de forma eficaz lendo estas dicas que separamos logo a seguir.

Confira quais são os 5 vilões que podem afetar significativamente a rentabilidade de uma empresa:

  1. Equipe despreparada
  2. Produtividade baixa
  3. Excesso de tarefas x lucro da empresa
  4. Ausência de controle financeiro
  5. Falta de ferramentas adequadas

Leia também: Planejamento financeiro empresarial passo a passo: agora ficou fácil!

Confira este webinar e veja como automatizar tarefas financeiras pode ajudar na rentabilidade de uma empresa: Como automatizar suas tarefas financeiras com o poder das integrações!

Qual o lucro da empresa?

O lucro de uma empresa é a diferença entre seu faturamento em um determinado período e todos os gastos realizados, incluindo custos, despesas.

Lucro é diferente de rentabilidade, como você vai ver a seguir.

O que é a rentabilidade de uma empresa?

A rentabilidade pode ser definida como a capacidade que a empresa tem de gerar renda, em relação ao seu patrimônio ou ao capital investido. Assim, para calcular a rentabilidade da empresa, você deve dividir o lucro da empresa em determinado período pelo investimento inicial ou pelo patrimônio.

5 principais fatores que afetam a rentabilidade de uma empresa

Sua empresa está com o lucro reduzido? Veja se não pode ajustar alguns desses pontos e reverter essa tendência de queda no lucro da empresa.

1. Equipe despreparada

Se a equipe não conhece bem os objetivos da organização e os processos da empresa, não conseguirá executar um trabalho benfeito, por mais que se esforce. É preciso que todo colaborador receba um treinamento e, constantemente, passe por reciclagens.

Esteja sempre atento às atividades de mais impacto no trabalho — até mesmo no lucro —, e busque focar nelas, realizando treinamentos específicos e reforçando os procedimentos.

2. Produtividade baixa

A baixa produtividade pode estar relacionada a diversos fatores. Um deles é a falta de treinamento da equipe e, solucionando-se essa situação, dois problemas são resolvidos.

Porém, esse não é o único fator. A falta de processos bem desenhados acaba influenciando no lucro da empresa. As coisas demoram mais para serem feitas e até acaba-se entrando em um ciclo de reuniões intermináveis, em busca de soluções que nunca são encontradas.

Confira: Guia de produtividade para equipes de alta performance [ebook gratuito!🤑]

Deve-se determinar muito bem o fluxo de tarefas a ser seguido e propiciar um ambiente de trabalho agradável, no qual o colaborador se sinta bem e produza mais. Rever os processos e fazer uma pesquisa de clima organizacional pode ser de grande valia.

Com certeza aumentar a produtividade pode melhorar  a rentabilidade de uma empresa. Veja como fazer isso neste vídeo da Pluga:

3. Excesso de tarefas x lucro da empresa

Não adianta sobrecarregar os trabalhadores e exigir que eles façam mais do que é possível. Isso acaba gerando estresse e tarefas malfeitas.

Reveja e redistribua as tarefas de acordo com a demanda e as possibilidades de cada um para realizá-las, sendo que, em alguns casos, poderá ser preciso contar com mais mão de obra para dar conta de toda a demanda.

Em suma: para saber se o negócio é lucrativo é preciso avaliar se há um equilíbrio entre as tarefas realizadas e o retorno financeiro que elas trazem.

A Pluga, em parceria com Neil Patel, fez este webinar sobre hacks de produtividade. Confira!

O que é home office

4. Ausência de controle financeiro

Não adianta achar que está tendo lucro se não existe um acompanhamento financeiro adequado. Quanto mais manual for o trabalho, maior será a possibilidade de acontecerem equívocos , como valores errados ou falta de registros.

É preciso dar a devida atenção à área financeira, preferencialmente tendo uma pessoa focada e responsável, e que conheça bem o assunto. Nesse sentido, um planejamento financeiro da empresa é fundamental.

O acompanhamento deve ser diário, assim como a identificação de redução de custos e de possibilidades de aumentar a lucratividade.

5. Falta de ferramentas adequadas

Boa parte do trabalho se torna penosa por ter que ser feita manualmente ou com o uso de ferramentas inadequadas. Imagine se a cada venda feita on-line, o colaborador receber a informação e alimentar uma planilha manualmente? Ele passará o dia todo fazendo isso, com grandes possibilidades de erro.

A automação de tarefas é uma ótima saída para agilizar o processo, diminuir os erros e até mesmo evitar que os colaboradores fiquem sobrecarregados.

O melhor de tudo é que existem opções no mercado que são simples de utilizar e não exigem conhecimento específico, podendo ser administradas por qualquer pessoa com um conhecimento básico em informática.

A Pluga desenvolveu centenas de automatizações prontas para você usar, bastando seguir um tutorial simples, sem a necessidade de entender nada de programação ou linhas de código.

Assim, tarefas repetitivas como emitir notas fiscais, preencher linhas em planilhas ou incluir leads em seu CRM ou software de automação de marketing passam a ser realizadas automaticamente.

Veja alguns exemplos:


Conclusão: são diversas as cousas de uma baixo lucro financeiro

Esses são apenas alguns fatores que afetam o lucro da empresa, mas, se bem trabalhados em conjunto, afetarão consideravelmente os resultados de forma positiva. Dessa forma, a rentabilidade de uma empresa será preservada.

E você, está dando a devida atenção a esses vilões ou ainda deixa que eles dominem o seu negócio? Compartilhe suas experiências e dúvidas nos comentários!

You Might Also Like

Como automatizar
suas tarefas financeiras com o poder das integrações!


Otimize seu tempo e dê um "xô" 👋 naquele trabalho manual e repetitivo do seu dia a dia.