Gestão de produto: o que é, como fazer, ferramentas e mais!
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Ludmila Silva

Marketing

A gestão de produto é a área da empresa especializada em acompanhar todas as etapas do desenvolvimento dos produtos que serão comercializados pela empresa.

Basicamente é um trabalho que inclui, em parte, o acompanhamento da definição dos produtos que serão produzidos, quais processos serão executados, o posicionamento de mercado dos itens e a sua precificação.

Dentro desse cenário, a gestão ágil de produtos é uma metodologia de trabalho cada vez mais presente nas empresas. Principalmente naquelas que trabalham com novas tecnologias, como as startups.

Tá! Mas, como fazer isso?🤔

Para te ajudar a ter mais conhecimento sobre a gestão de produto, neste artigo falaremos sobre os seguintes pontos:

  • O que é gerenciamento de produto?;
  • O que faz a pessoa gerente de produto?;
  • Product Owner x Product Manager;
  • Ferramenta para gestão de produtos;
  • Gestão de produto: habilidades necessárias à equipe;
  • Salário de gerência de produto;
  • Formações para atuar como product manager.

Então, se você estava em busca de um guia sobre gestão de produto, acaba de chegar ao lugar certo! Continue a leitura para aprender como fazer a gestão ágil de produtos da melhor maneira.

Para começar, o que é gerenciamento de produto?

O gerenciamento de produto é o setor responsável por pensar no produto de forma estratégica, visando sempre a satisfação do cliente. É uma área interdisciplinar que mescla habilidades e conhecimentos de diferentes campos como:

  • Marketing; 
  • Administração; 
  • Tecnologia; 
  • Design;
  • Liderança.

Essa integração acontece pelo objetivo principal da gestão de produto ser o de tornar o produto o melhor possível para o cliente. 

Para isso, o gestor da área deve: 

  • Conhecer o ciclo de vida do produto
  • Pensar em soluções estratégicas para os problemas que surgirem;  
  • Ter atenção aos feedbacks do mercado.

Além disso, um  bom product manager, ou gestor de produto, precisa dominar alguns pilares. São eles:

  • TI: compreender a tecnologia por trás do produto e a forma que ela pode solucionar problemas;
  • UX (Experiência do Usuário): levar em conta a experiência do usuário para atender suas necessidades e superar expectativas;
  • Atendimento: é um setor que une as duas pontas entre o cliente e a equipe de tecnologia e design que cria o produto.

Sabendo desses detalhes você já consegue ter uma visão mais direcionada sobre o que é gerenciamento de produto. Mas, esse guia está apenas começando! 

Tem muito mais o que aprender sobre gestão de produto! Então, já sabe né? Continue por aqui para saber o que esse cargo significa na prática.

O que faz a pessoa responsável pela gestão de produto?

O setor de gestão de produto representa o cliente dentro da empresa. Para isso, ele precisa ter um olhar amplo sobre o produto, analisando sua presença no mercado e comparando com concorrentes.

A pessoa que pretende trabalhar com a gestão de produtos deve ter características como:

  • Boa comunicação; 
  • Criatividade;
  • Espírito de liderança.

Tudo isso será importante para estabelecer um contato claro e sem ruídos com a equipe operacional, que irá desenvolver ou otimizar o produto em questão.

Além disso, a pessoa gerente de produto precisa estar preparada para enfrentar diversas situações. Você não achou mesmo que era só obter aquelas habilidades, né?😅

Na lista de situações a serem encaradas no dia a dia estão:

  • Captar feedbacks de clientes e da equipe; 
  • Solucionar problemas no desenvolvimento ou na atualização do produto;
  • Ter um olhar estratégico sobre os usos do produto e como é possível melhorar a experiência para o futuro usuário;
  • Fazer a análise competitiva do mercado;
  • Conhecer tudo sobre o produto, seus usos e seu ciclo de vida;
  • Ser capaz de desenvolver uma comunicação direta e alinhada com a equipe interna.

A partir de todas essas funções, o objetivo da gestão ágil de produtos é entregar o melhor produto para o público-alvo, e assim superar suas expectativas, melhorar a experiência dele com a solução e ampliar a satisfação do cliente.

É necessário também se reinventar para saber como atualizar o produto, principalmente se for digital. 

Por conta disso, é importante estar por dentro das metodologias ágeis de gestão, para realizar um trabalho rápido e eficiente, se adaptando com velocidade às mudanças do mercado e entregando valor. 

Metodologias ágeis de gestão: o que são?

Metodologias ágeis, como o Scrum, trazem mais velocidade à gestão de projetos. É um modelo de gerenciamento ideal para liderar a equipe de uma forma que atenda a dinâmica do mercado e melhore a produtividade. 

Assim, o product manager, gestor de projeto, deve conhecer bem tal prática para exercer sua função de forma efetiva junto a ferramenta de gestão de produtos

Product Owner x Product Manager

Você sabe o que é product owner e product manager? Apesar de certa proximidade entre as duas funções, há uma boa diferença entre elas.

De forma geral, é possível dizer que a função de Product Owner (PO) é mais tática, enquanto a de Product Manager (PM) é mais estratégica.

De um lado temos o Product Management com um foco mais estratégico e criativo. É essa pessoa quem desenvolve soluções para problemas que foram encontrados e cria sugestões de reinvenções do produto. 

Enquanto do outro lado, o Product Ownership coordena e organiza as tarefas para a equipe operacional no dia a dia.

Traçando um paralelo entre as duas funções, podemos ver as seguintes diferenças:

Product Owner

Product Manager

Função tática

Função estratégica

Maior foco na organização e gerenciamento da equipe interna

Maior foco na análise de mercado e nas características do produto

Traduz as demandas para o TI

Elabora as necessidades dos clientes

Apesar dessas diferenças, os cargos possuem pontos em comum. Ambos devem ter um contato constante com os feedbacks de clientes, do mercado e da equipe, e focar em realizar iniciativas que vão, de fato, solucionar os problemas pontuados.

É possível que o desenvolvimento de um produto conte com uma dupla de PM e PO que trabalhe em conjunto. Dessa forma a gestão de produto fica mais efetiva e produtiva com tais cargos bem determinados e alinhados.

Ferramenta de gestão de produtos

Atualmente, é impossível pensar em gerenciamento de produto sem considerar a tecnologia presente nas ferramentas usadas pelo setor. 

Para você ter uma noção, em cada etapa ou questão essencial da gestão ágil de produtos, existe uma média de duas ferramentas de gestão de produtos. Veja abaixo uma breve lista de exemplos dessas ferramentas.

A intenção é que essas ferramentas de gestão de produto sejam aliadas na rotina de trabalho da equipe e dos gestores. Elas facilitam os processos e os tornam ainda mais ágeis, gerando assim bons resultados.

Dica: Aproveita que já está aqui e salva essa lista de ferramentas para quando precisar utilizá-las. Perde tempo não! 😉

Gestão de produto: Habilidades necessárias à equipe

Agora que você já sabe o que é gerenciamento de produto, o que o product manager faz e quais ferramentas são importantes, o próximo passo é saber quais são as habilidades que o profissional da área precisa ter para exercer o cargo com excelência.

Essa informação é importante para quem deseja ingressar na gestão de produto, bem como para empresas que desejam contratar uma pessoa para atuar nessa área.. 

Durante o processo seletivo, busque identificar algumas das características que listaremos abaixo, para verificar se a candidatura tem perfil para o cargo. 

1. Conhecimento técnico

Um bom conhecimento técnico é essencial para osucesso nessa profissão. Para isso, como falamos no início do artigo, é importante ter noções de marketing, TI e UX.

Com essas habilidades você consegue fazer análises da realidade do produto, com conhecimento, dados e informações profissionais. 

Também é necessário que você seja capaz de avaliar quais são as características do ciclo de vida do produto e qual é o público-alvo que precisa ter as necessidades atendidas.

2. Liderança

Ao assumir um cargo para realizar a gestão ágil de produtos, você terá a responsabilidade de levantar as necessidades do cliente e passá-la para o operacional efetuar alterações. Por isso é necessário ter um espírito de liderança.

Quando falamos disso, queremos dizer que é importante:

  • Tomar iniciativas;
  • Ter uma boa relação com todos da equipe;
  • Incentivar e motivar seu time;
  • Manter a calma e estabelecer boas dinâmicas de trabalho; 
  • Distribuir tarefas e controlar prazos; 
  • Medir a qualidade das entregas. 

3. Boa comunicação 

Apesar de sabermos que a figura de Product Owner será aquela que ficará mais próxima da equipe interna no dia a dia, a figura de Product Manager também terá uma grande presença nessa troca com o cliente e com a equipe.

Por isso, saber estabelecer uma boa comunicação interna, sem ruídos, é extremamente necessário. Essa capacidade deve incluir não apenas a equipe, mas todos os demais stakeholders, como fornecedores e até clientes. 

A boa comunicação é um dos pontos que melhoram a experiência do usuário com o produto. Tenha isso sempre em mente.😌

4. Organização

Ao fazer a gestão de produto sua atuação precisa ser ampla, ágil e deve acompanhar o desenvolvimento do produto. Sem contar que também tem uma relação direta tanto com a equipe interna quanto com os  stakeholders externos à empresa.

Concorda que estamos falando de um profissional multitarefas e proativo? Logo, para não se perder no meio de tantas funções importantes, a organização é vital. 

Principalmente por se tratar de uma figura de liderança, não dá para estar à frente de uma equipe sem ter a habilidade de organizar todas as etapas, processos, documentos, profissionais, prazos e mais.

5. Visão estratégica

Como já falamos, o Product Manager conta com uma análise mais estratégica do produto. Então é necessário que ele olhe de forma macro para todo o mercado e público-alvo. Assim você conseguirá levantar as necessidades e compreender melhor os feedbacks do cliente.

6. Criatividade

Estamos falando de uma área que lida com problemas o tempo inteiro e que tem como objetivo criar soluções que aprimorem ainda mais o produto.

Principalmente se for um artigo digital, a reinvenção é algo muito frequente nesse meio. Logo, um product manager tem muito a ganhar se desenvolver a sua criatividade. 

Salário do gerente de produto

Deu para perceber que esse é um cargo de muita responsabilidade dentro da empresa, certo? Logo, estamos falando de uma função bem valorizada, quando é exercida da maneira correta.

Sendo assim, a média salarial para um product manager é bem atraente. Segundo o site Vagas*, um gerente de produtos ganha, em média, R$10.354,00 (*dados de junho de 2022).

É claro que também será considerado o nível de experiência de quem está se candidatando ou do quanto de responsabilidade a vaga demanda.

Caso você queira buscar uma posição no mercado, é possível que você inicie o trabalho na empresa exercendo um cargo inicial, com uma faixa salarial mais baixa. Depois, conforme for se desenvolvendo e crescendo, ganhe promoções e avance com a sua carreira – e o seu salário.🤑

Se você trabalha com a gestão de produtos e está em busca de ampliar sua equipe, é importante atentar para as habilidades que apresentamos acima e também a equiparação salarial com seus concorrentes. Só assim você vai garantir a atração de talentos para sua empresa.

Formações para atuar como product manager

Se interessou de verdade pela área de gestão de produto? Então a gente vai te ajudar a entender como começar nesse caminho!

Ainda segundo o site Vagas, existem algumas formações mais características para pessoas que buscam o cargo de gerente de projetos. São elas:

  • Administração de empresas;
  • Administração;
  • Comunicação social;
  • Moda;
  • Propaganda e marketing.

Pegou a dica? 🤗

Isso serve como um direcionamento de por onde você pode começar estudando para seguir na carreira.

Integre ferramentas e construa uma gestão de produto otimizada!

Ao longo deste guia falamos sobre o que é gestão de produto, o que ela faz e quais as características que profissionais da área devem desenvolver. Entretanto, também citamos outro fator sem o qual essa área dificilmente irá se desenvolver: são as ferramentas de gerenciamento

Entre as ferramentas de gestão do produto estão sistemas relacionados a:

  • Gestão de projetos; 
  • Comunicação interna e externa; 
  • Produtividade
  • Gestão de tempo.

Isso sem falar nos canais de comunicação com o cliente, mapas mentais e reuniões online.  

Para que você e sua empresa sejam capazes de gerenciar tudo isso de forma organizada, é fundamental realizar a integração dessas ferramentas. Sem isso suas informações serão mais difíceis de serem encontradas, há um aumento do retrabalho, desperdício de tempo e descentralização de informação. 

Uma maneira de viabilizar o trabalho e integrar as ferramentas usadas por sua empresa, é utilizando a Pluga. A tecnologia oferece dezenas de opções de automatização e integração entre ferramentas. 

É possível, por exemplo, integrar o seu CRM ao Google Planilhas, Slack e Mailchimp. Além de diferentes sistemas de gestão de projetos, como o Trello, Asana, Notion e muitos outros. Por exemplo:

Desenvolvemos integrações para automatizar tarefas repetitivas e gerar mais produtividade e agilidade na comunicação.

A Pluga permite que você faça integrações incríveis entre as ferramentas que você mais usa, sem que você precise saber sobre programação ou desenvolvimento. E o melhor: em menos de 2 minutos! 💨

Acesse nosso site, conheça as ferramentas que podemos integrar e dê um passo em direção à criação de um negócio escalável.

Esse artigo foi útil para você? 😎
Média: 0 / 5

Você também pode gostar

Os diferentes tipos de gatilhos mentais estimulam a tomada de decisão de potenciais clientes. Empresas de todos os setores podem usar esse recurso ao […]